Web Radio Sertao De Deus


20 de novembro de 2010

Dilma


 
Imagem apenas ilustrativa
+ Detalhes: Ampliar Imagem ]   

Publicado em: 19/11/10 às 15:25:51

Depois de enfrentar uma campanha dominada pela polêmica do aborto em dois turnos, Dilma Rousseff fez mais um gesto para se aproximar da Igreja Católica, agora como presidente eleita. Em tom bastante cordial, Dilma enviou uma carta ao papa Bento XVI, na qual pede sua bênção para o novo governo e assegura que deseja manter amplo diálogo com o Vaticano.


O emissário da correspondência será Gilberto Carvalho, chefe de gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que embarcou ontem à noite para Roma. Carvalho vai se encontrar na segunda-feira com o secretário da Santa Sé para Relações com os Estados, Dominique Mamberti, que receberá a mensagem endereçada ao papa.

Na carta, Dilma não mexe no vespeiro do aborto, mas promete se dedicar, nos quatro anos de seu mandato, à erradicação da miséria e à redução da desigualdade social. A intenção dela é fazer uma saudação ao papa e garantir que as relações do próximo governo com a Igreja continuarão sendo as melhores possíveis, disse Carvalho, que vai representar Lula, no fim de semana, na cerimônia em que o arcebispo de Aparecida (SP), d. Raymundo Damasceno, será nomeado cardeal.

A três dias do segundo turno, Bento XVI condenou a descriminalização do aborto e da eutanásia e recomendou aos bispos brasileiros que emitissem juízo moral sobre essas questões, mesmo em matérias políticas. Embora não tenha feito referência direta à eleição, o papa pediu aos bispos que orientassem os fiéis a usar o voto para a promoção do bem comum. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Fonte: http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/artigo.aspx?cp-documentid=26410319


Nenhum comentário: