Web Radio Sertao De Deus


11 de janeiro de 2010

Notícia: O astro no Horizonte, com aviso de Vassula



Enviado por: Marisa Bueloni


A pequena mancha que cruza o céu parece inofensiva a olho nu. Para o telescópio que a detectou do alto de uma montanha, porém, é uma ameaça: um asteróide jamais avistado. O software do equipamento achou necessário acordar vários astrônomos com uma mensagem de texto porque o corpo celeste está em rota de colisão com a Terra.

Bennt Peiser, da Universidade John Moores, em Liverpool, disse que este ''é o objeto mais ameaçador'' na curta história da detecção de asteróides. Gerrit Verschuur, astrofísico do Rhodes College, em Memphis, EUA, disse que o impacto criaria uma bola de fogo tão intensa que mataria qualquer um que pudesse vê-la. Depois, o material espalhado pela atmosfera cairia como uma chuva, também de fogo, por metade do mundo. ''É como se o próprio céu estivesse em chamas''.

O calor provocaria incêndios em florestas e cidades e, em seguida, uma densa poeira tomaria conta da atmosfera, bloqueando a luz do sol por um mês - o que levaria à morte de plantas e animais. Apenas as criaturas que vivem debaixo da terra têm grandes chances de sobreviver.

O asteróide - chamado 2009 uNfz T7 - foi descoberto há apenas uma semana, (notícia recebida a 10 de Janeiro de 2010) mas já se calculou que a colisão ocorreria em 1º de fevereiro de 2010, segundo a Nasa, agência espacial americana.

Para prevenir um impacto, seria necessário lançar um foguete enquanto o asteróide ainda estivesse a uma distância considerável da Terra. O choque o desviaria ou mesmo o partiria em vários pedaços. Também seria possível usar uma arma nuclear para desintegrá-lo. Mas tudo isto requer anos de planejamento e que se saiba com precisão a trajetória do objeto.

Estão lembrados que no fim de Novembro de 2009 Jesus deu Mensagem a Vassula por ocasião do 24º aniversário de AVVD?




Vassula escreve:

Nosso Senhor me pediu que desse a todos esta mensagem que recebi hoje (24º aniversário da AVVD), para que seja traduzida. Isso não é a mensagem inteira, ela é muito maior, mas foi-me pedido que desse somente esta oração para ser traduzida e divulgada.

"Fala comigo, Vassula, deste modo:


“Terno Pai, não lanceis Vossa ira sobre esta geração, para que ela não pereça completamente;
Não lanceis aflição e angústia sobre Vosso rebanho, Visto que as águas secarão e a natureza definhará; Tudo sucumbirá à Vossa ira, sem deixar vestígios;

O calor de Vosso Sopro incendiará a terra, transformando-a numa desolação!
Desde o horizonte um astro será visto;
A noite será devastada e cinzas cairão como a neve no inverno,
Cobrindo Vosso povo como sombras;

Tende Misericórdia de Nós, Deus, e não nos julgueis severamente;
Lembrai-Vos dos corações que se alegram em Vós e Vós neles!
Lembrai-Vos de Vossos fiéis e não deixeis que Vossa Mão caia com força sobre nós,
Mas, antes, em Vossa Misericórdia, erguei-nos e ponde Vossos preceitos em cada coração. Amém."

Na ocasião que deu esta oração, Jesus pediu à Vassula que abrisse o livro das Mensagens e caiu a seguinte, que é sobre o AVISO:




--------------------------------------------------------------------------------


- Disseste bem. Ó Dia do Juízo! Quando Meu Filho brilhar lá em cima, no Céu!

Bendito aquele que crê na Minha Palavra e crê que esse Dia não é uma simples palavra simbólica que lhe ressoe aos ouvidos! Bendito aquele que não ataca aquele que vem do Espírito e o não ridiculariza, quando o Meu Espírito anuncia o "Fogo" que bem depressa terá de vir sobre os pecadores. Que mais maravilhas terei Eu de fazer para vos satisfazer e ouvir de vós: "sinto-me desolado por ter pecado"?



Fazei-Me ouvir estas palavras:

"a minha alma tem sede de Deus

mas a minha língua levou-me ao pecado;

mas agora, o meu coração foi abrasado

e o fogo propaga-se em mim,

desde que Vós me visitastes.

Vós, que sois de todos os homens

e de todos os anjos o mais belo,

perfeição de beleza e admirável de graça,

revestido de safiras incolores,

que as Vossas chamas santifiquem

todos os que se aproximam de Vós.

Lavai a minha falta

e que a Vossa Santa Face brilhe sobre mim.

Purificai-me do pecado e abri-me o ouvido

para que ele ouça e compreenda

as Vossas Odes, que nos cantais. Amém.

A isso, Eu responderei: "Eu nunca te faltarei, Meu filho. Vem a Mim e repousa em Mim. Acaso não compreendeste que Eu sou o Fogo, um Fogo que abrasa tudo o que possuo? Aquele que Eu possuo flutua nas chamas do Amor Divino. Não terei Eu declarado o Meu Fogo nas Escrituras? Não o terei Eu declarado muitas vezes nesta Ode (a Mensagem de 15 de Setembro de 1991)? Embora o teu espírito, pelo seu pecado, fique contorcido de temor e num sofrimento insuportável quando Me reconhecer, ao mesmo tempo, Eu Mesmo exalarei o Meu Aroma e a tua alma, na Minha Presença, embora aterrorizada por se ver nua e em decomposição por causa do pecado e da transgressão por não ter seguido a Minha Lei de Amor, alegrar-se-á por Eu, seu Criador e seu Deus, a visitar.

Quando esse dia vier sobre ti, o dia que Eu chamo o "Dia do Senhor", as escamas que te cobrem os olhos cairão e tu mesmo verás o teu eu real. O Meu Fogo reduzir-te-á a nada, para tua consternação. Mas não fiques sufocado pelo medo; vive em alegria porque, senão, como te poderás ver a Meu lado? Todas as más tendências que te restarem passarão a ser inativas. Esta purificação é para transformar a tua alma, a fim de que ela se não aventure, por aqui e por ali, sem destino, mas venha a Mim Que sou o teu único divino Esposo. Eu não penso que muitos de vós tenhais compreendido o que significa o "Dia do Senhor". Quando a voz da avezinha é reduzida ao silêncio e as notas de canto se calam, fica sabendo que nesse silêncio, Eu Mesmo te lembrarei todos os teus atos, bons ou maus, para juízo; o Dia do Senhor pode ser comparado a um mini-tribunal. Uma Purificação pelo Meu Fogo que levará a tua alma para a Minha Glória e para uma perfeita união Comigo. Quando uma alma está horrivelmente manchada pelo pecado, repugnando-Me a Mim, aos Meus Anjos, aos Meus Santos e bem-aventurados, a Minha visita metê-la-á em sofrimentos de agonia e ela própria não escapará ao Meu Dia. De outra forma, como poderia Eu tornar a tua alma incorruptível e livre do pecado? E como poderia Eu levar estas almas ao arrependimento? Só quando Eu as ponho a nu pelo Meu Fogo e elas próprias reconhecem em que estado se encontram, se poderão também dar conta de como estavam na posse de Satanás. Aquelas que Meu Divino Fogo abrasar, purificando-as com esse fogo imaterial, Eu Mesmo as consumirei, despertando-as e tornando-as finalmente conscientes de como foram deveras transformadas, com dor mas ao mesmo tempo com alegria, pelo Amor de Meu Fogo transformador. Para aquele que, em corpo e alma, Me possui já e que Eu Mesmo possuo, o Dia do Senhor não virá sobre ele, como tão pouco ele próprio terá a experiência dele. E porquê? Porque o Espírito Santo já fez sentir neles a Sua passagem; o Dia do Senhor já veio para eles. Podereis também chamar a este Dia "o Dia da Minha Visitação".

Depois deste dia, o arrependimento e a obediência à Minha Lei de Amor serão o tema dos que Eu regenerar pelo Meu Fogo; Eu vou amaciar, as almas que agora são como a rocha, e aquecer os corações que são como o gelo e, de uma só vez, a Minha Presença será sentida na sua ressurreição. (À Vassula, 13/9/02). Vassula, após a explicação de alguns equívocos, foi aceita pelo Vaticano (disponho da respectiva documentação).

Como “o astro no horizonte” tem relação com o Aviso, segue-se que pedimos ao Pai ser menos rigoroso no Aviso, “com dor, mas ao mesmo tempo com alegria”. Sim, porque, conforme o Orestes, a mortandade será enorme no Aviso. Os grandes pecadores não resistirão. Já, esta Mensagem, deixa entrever que uns tantos não morrerão (fisicamente) “embora o teu espírito, pelo seu pecado, fique contorcido de temor e num sofrimento insuportável”.

Como tenho dito, e convém repetir, AS INDULGÊNCIAS associadas ao Sacramento da Confissão, podem diminuir drasticamente o sofrimento. Pois, POR DEFINIÇÃO, indulgência é o perdão, não do pecado (anteriormente obtido) e sim “da pena”, isto é, do sofrimento. Donde, as indulgências devem ser melhor estudadas e procuradas e eu posso ajudar nessa tarefa. Pois os padres as esqueceram por completo. Quando não, lembram umas poucas que estão no Diretório Litúrgico, apenas duas no decorrer do ano, mas INDULGÊNCIA, inclusive plenária, é para ser lucrada DIARIAMENTE! Quanto às indulgências parciais não há um momento do dia em que não possam ser lucradas; (aquilo mesmo que estás fazendo, oferecendo a Deus é indulgenciado). E trazem uma purificação enorme! Att. Hugo Ferreira Pinto.

UMA ZONA ESCURA, UM FOCO ATIVO DE PECADO, perdura em todos nós após a absolvição sacramental. Consoante João Paulo II:

“Mesmo depois da absolvição, permanece no cristão uma zona de sombra devida às feridas do pecado, à imperfeição do amor no arrependimento, ao enfraquecimento das faculdades espirituais em que continua ainda ativo um foco infeccioso de pecado, que é preciso combater sempre com a mortificação e a penitência”. (“Reconciliação e Penitência” 31,III). E essa penitência tem que ser rigorosa, ALÉM DAS NOSSAS FORÇAS como salienta Bento XVI ao inculcar as indulgências. Exatamente por essa razão, de não termos forças suficientes, é que o Papa atual demonstra, não já a utilidade, mas a NECESSIDADE que temos das Indulgências. Está no Documento “Sacramentum Caritatis” 21: ». O uso das indulgências ajuda-nos a compreender que não somos capazes, só com as nossas forças, de reparar o mal cometido”

Daí que o recurso às indulgências “aplaina a estrada para alcançar em sumo grau a purificação interior”. (decreto da Penitenciária Apostólica de 10/05/08).

Não há um momento do dia em que não possa ser lucrada uma “indulgência parcial” se, por ex. (além de outras indulgências especificadas do Manual) oferecermos a Deus a ação que está sendo praticada. E enquanto a indulgência plenária exige uma série de condições, uma única condição é exigida para a indulgência parcial: o coração contrito! E teremos o coração contrito se, ao oferecer cada ação a Deus a oferecermos “em reparação de nossas ofensas”. Isso pode ser dito apenas uma vez por dia no OFERECIMENTO DO DIA matutino e resulta que todas as nossas ações se tornam oferecidas e se tornam reparadoras, e se tornam indulgenciadas, VIRTUALMENTE. Mas, sempre que for possível renovar esse oferecimento para cada ação atual, a graça obtida, a reparação, e a indulgência parcial será ainda maior. É poderoso meio de santificação como já assinalava o Papa Pio XII: O Apostolado da Oração “persuade-lhes que cada um eleve e dirija sempre para Deus todas as suas ações, o que todos os verdadeiros mestres da vida interior tem como preclaríssimo e principal auxílio de perfeição espiritual”. (no Centenário do Apostolado da Oração, II parte).

Já que não acreditamos que o pecado é coisa medonha, teremos que ver, com os próprios olhos, quão medonho é! (Pesquisa de Hugo Ferreira Pinto, hugoap@terra.com.br)





Enviado por: Marisa Bueloni

9 de janeiro de 2010

CARTA DE SATANAS



Ontem eu te vi quando começava o seu dia. Acordou e nem sequer orou ao seu Deus. Ou melhor, durante todo o dia você não orou, e nem lembrou de abençoar sua comida. Você é muito ingrato para com o seu Deus, e isso em você me agrada muito. Eu também gosto da enorme fraqueza que sempre demonstra no que diz respeito ao seu crescimento espiritual, em ser um cristão.







Raramente lê a Bíblia e quando faz está cansado. Não medita no que lê, ora quase nada, além disso, muitas vezes diz palavras que não analisa. Por qualquer pretexto chega tarde ou falta ao seu culto de ensino. E o que falar de suas murmurações? Temos assistido muitos filmes juntos, sem falar nas vezes que fomos juntos ao teatro. Lembra daquele dia da tua fraqueza com aquela linda pessoa? Oh como foi bom!

Mas o mais me agrada é que você não se arrepende. E que sabe que é jovem e tem que aproveitar a vida, pensa só na carne e acredita que precisa ser salvo para a eternidade. Não há duvida você é um dos meus.

Amo as piadas vergonhosas que você conta e que também escuta. Você ri delas, eu também rio de ver um filho de Deus participando disto. O fato é que nos sentimos bem. A musica vulgar e de duplo sentido que você escuta me agrada demais. Como você sabe quais são os grupos que eu gosto de escutar? Também adoro quando murmura e se revolta contra o seu Deus.

Sinto-me feliz quando vejo você dançando e fazendo estes movimentos sensuais, eles me fascinam. Como isso me agrada!!! Você quer se encontrar comigo qualquer dia destes???

Certamente quando você está se divertindo saudavelmente, fico triste, mas sem problema, sempre haverá outra oportunidade. Tem vezes que me faz coisas incríveis, quando da mal exemplo as crianças ou quando os autoriza para perderem a sua inocência através da televisão, musicas ou coisas do gênero. Eles são tão espertos que imitam facilmente tudo o vêem. Muito obrigado.

O que mais me agrada é que poucas vezes tenho que te tentar, quase sempre cai por conta própria. Você busca os melhores momentos, se expõe as situações perigosas, me dando lugar!

Se tivesse cabeça mudaria de ambiente e de companhias; buscaria a palavra de Deus e entregaria realmente a tua vida aquele que você chama de Deus e, ainda mais, viveria o resto de seus anos sob a orientação do Espírito Santo.

Não tenho costume de enviar este tipo de mensagem, mas você é tão acomodado espiritualmente que não acredito que vá mudar nada.

Não me entenda mal, eu te odeio e não te dou a mínima. Se eu te busco é porque você me satisfaz com as tuas atitudes e faz cair em ridículo a Jesus Cristo.

Assinado Teu inimigo que te odeia: Satanás

ou como queira me chamar

(P.S. Se realmente me amas, não mostre à ninguém mais esta carta.)


Enviado por Maria Christina / SP