Web Radio Sertao De Deus


26 de abril de 2009


O BRASIL

Olhem o mapa do nosso Brasil! Tudo o que está riscado, afunda no Oceano e “fica para os peixes”. Então você dirá que é um castigo, que Deus é cruel e que o Brasil não merece tamanha destruição. Então eu peço agora que olhem não para a terra e sim para o que nela está acontecendo: Nos últimos 20 anos tivemos 600 mil mortos por acidentes e assassinatos. Temos 4 milhões de abortos por ano, ou seja, neste mesmo 20 anos, matamos o equivalente à metade da nossa população. Ponham nesta conta os índices abissais de corrupção, o clamoroso aumento no tráfico de drogas e os níveis de criminalidade crescente. Ponham na balança a nossa televisão, a mais podre do mundo, também nosso carnaval diabólico e veremos que cruel é o homem. Deus é bom, senão já nos teria fulminado a tempo.

O IMPACTO



No nosso livreto “O Eclipse do Sol”, eu descrevi um sonho que tive com este momento de assombro e espanto. Haverá um momento de silêncio, uma explosão e então um pavoroso trovão. A terra dará um enorme salto no espaço e corcoveará como um bólido ensandecido, em todos os países, em todas as localidades, sem exceção. Uma onda de choque percorrerá o infinito e quando bater nas pessoas até mesmo o seu cérebro zumbirá. Atingida como se fosse um homem, por um soco no pâncreas, ela navegará perdida pelo espaço, saindo da órbita. E entrará em extremos de agonia, rachar-se-á e fender-se-á, como um ovo atingido por uma bala. Em todas as direções e em todos os continentes, abrir-se-ão rombos abissais na crosta terrestre que serão penetrados pelo mar em fúria. Quase todas as ilhas da terra serão submersas, surgindo em contrapartida outras, como monstros do fundo do abismo. Sim, a parte maior do astro cairá no mar das Antilhas, bem próximo da costa norte-americana.



Das descrições deste impacto, que pude retirar de sites e reportagens, encontrei as previsões de que a onda inicial poderá atingir até três quilômetros de altura – que seja um apenas – e começará a viajar a uma velocidade de mais de mil quilômetros por hora. Isso significa que o impacto de uma tal onda, ao bater num prédio, num navio, na costa de um continente ou mesmo numa pessoa, é mais forte do que mil aviões jumbo em alta velocidade. Ou seja, as pessoas nem saberão de que morreram, nem verão a onda, até porque o mundo inteiro – mesmo onde for dia naquele momento – estará envolto em nuvens de pó e gases do astro. Além disso, os ventos provocados pelo impacto poderão atingir a velocidade inaudita de 1.600 quilômetros por hora, nada deixando de pé e nada deixando vivo se Deus não proteger!



De fato, nada resistirá a tamanho impacto. Ele provocará imensas rachaduras nos continentes, países afora, por onde o mar em velocidade penetrará. Ele explodirá pelas fendas do solo, rompendo pelas montanhas até centenas de quilômetros terra adentro pelos canais dos rios e fazendo tudo ruir. O impacto do mar em alta velocidade será como o de um gigantesco “carneiro hidráulico”, que fará empurrar as águas do mar pelas fendas da terra, levando água salgada até centenas de quilômetros nas nascentes das montanhas, fazendo-as ruir aos milhares.

Estes rombos abissais abertos na terra irão até as maiores profundezas do solo, onde está o escaldante magma interior. Despejando-se o mar para dentro destas galerias inflamadas e explodindo nesta velocidade, será como transformar a terra num imenso caldeirão, de água fervente. Já no próprio local do impacto, bilhões de metros cúbicos de água serão literalmente pulverizados, subindo em verdadeiras ondas para a atmosfera.



Esta imensa massa de água, acumulada em nuvens negras, depois despencará das alturas, em colossais tormentas, como água despejada não em gotas, mas em baldes por horas inteiras. Isso poderá engolir cidades e vilas, devastar tudo aquilo que já havia ruído pelo impacto do astro, e levar de roldão casas, construções, plantações e a maioria das obras humanas. Eu vos asseguro: Ondas que submergirão prédios e cidades se originarão apenas de rios e gargantas, devido à imensa quantidade de água, junto à poeira e cinzas que cairão dos céus em alguns lugares. Bastará uma hora de chuva para causar enchentes assim, que passarão por cima dos prédios mais altos em muitas cidades.



Tem mais ainda, quanto às águas agitadas. Subindo como vapor, bilhões de litros de água – calcula-se algo entre 300 a 500 km3 de água – eles deverão retornar à terra misturada à poeira e à fumaça e gases, liberados pelas explosões dos vulcões e do astro. Aliando-se esta conjunção tétrica aos ventos da alta atmosfera, isto poderá provocar chuvas de pedras de tamanhos descomunais, tanto que o livro do Apocalipse (16,21) prevê a queda de pedras de até um talento, ou seja, 35 quilos cada uma. Imaginem uma cidade com uma tal “chuva”! Se um de meus sonhos acontecer como vi, uma destas hecatombes desabará sobre Buenos Aires. Isso tudo virá junto com furacões, e com terremotos incessantes, que deitarão ao solo o pouco que havia sobrado do impacto do astro. Eis aí o que viviam pedindo os adoradores de satã. Eis aí o que negavam os escarnecedores de Deus. Eis aí o rescaldo maldito, da maldita loucura humana.



Ainda não é tudo quanto às águas. Numa mensagem que li de outro confidente, Jesus falou a ele que as correntes marítimas são mil vezes mais poderosas que os furacões. De fato, existem correntes que fazem movimentar um volume de água de até cinco rios Amazonas e que rodam sem cessar por todos os mares, renovando a vida e mantendo a alimentação das espécies.

Pois neste momento, com o afundamento de ilhas e terras costeiras, elas perderão seu rumo e aumentarão em fúria. Ato contínuo, elas passarão a fustigar regiões antes não atingidas. Como as calotas polares irão se esfacelar com o impacto, estas correntes desordenadas irão começar a carregar imensos blocos de gelo, que navegarão pelos mares, sem controle, e que acabarão por aportar em lugares antes nunca vistos. Isto em poucos dias e até horas poderá provocar frios polares em regiões antes quentíssimas, ao tempo em que poderá levar calor como de um deserto aos atuais pólos. De fato, o coice monumental que a terra irá levar bem poderá até fazê-la inclinar de todo, virando para o sol a região polar e virando para os pólos a região do Equador, pois até o magma interior da terra mudará seu curso.



Enfim, nada ficará sem ser mexido e revolvido. Nenhum centímetro do planeta ficará sem ser visitado pelos olhos vigilantes do Altíssimo, que ali descobrirá qualquer resquício das obras do demônio, qualquer grão de pó a ele consagrado, para o esmagar com fúria e o carregar para os abismos abertos na crosta terrestre. Naquele momento, todos os quatro elementos – terra, ar, água e o fogo, à frente – estarão em pleno frenesi. Um elemento puxará o outro e de forma sincronizada, extrema e destruidora, eles trabalharão “a quatro mãos” como quatro anjos da morte, para erradicar daqui todas as obras do inferno. Obras feitas por homens maus, divorciados de Deus. Homens que se fizeram malditos pelo simples prazer de odiar ao Pai Criador. Ou seja, nenhum ser ficará vivo, se Deus não o proteger!



Ainda não é tudo. São Pedro nos diz que a terra que agora conhecemos está destinada não à água – pois Deus prometeu nunca mais acabar com a terra por um dilúvio – mas sim para o “fogo do dia do juízo e da destruição dos maus”. E assim, antes que a chuva caia e consuma as obras do inferno, já as cidades que não tiverem sido sepultadas pelo mar estarão em chamas. Explodirão os dutos de gás canalizado, explodirão os tanques de combustível, explodirão todas as refinarias de petróleo e todos os depósitos de inflamáveis. Pegarão fogo as cidades, consumindo todo aquele resto que não ruiu ainda pela força do impacto. Por toda a parte haverá desespero. Por todo lado haverá dor. Será tão terrível que a maioria das pessoas, que estiverem ainda vivas, nem terá condições de gritar por socorro. Será o momento em que ninguém poderá socorrer ninguém. Será a aterrorizante solidão!

Ninguém não, porque os filhos da Luz, os que se prepararem, haverão de ter fortaleza suficiente para sair em auxílio dos necessitados. De fato, em todas as direções só se verá gente em estado de choque. Como zumbis, as pessoas vagarão em meio aos cadáveres, ao pó e à fumaça sufocante, em meio ao veneno tóxico deixado pelo astro – aqui entram os lencinhos de Nossa Senhora – e os gases expelidos pelos vulcões em fúria. Eis porque Deus pede que agora nos preparemos, para que a gente adquira a fortaleza, capaz de manter-nos em condições de ajudar, com o pouco que nos restar à disposição. Eis aí chegado o tempo do Óleo Sagrado de São Rafael, do sal exorcizado e das velas bentas. Somente o óleo funcionará naqueles dias, e para todas as doenças. Muitas pessoas irão ser curadas com ele. Basta ter fé.



Não é tudo ainda! Naquele momento, milhões de animais em todo o mundo também estarão morrendo. Toda esta loucura de criações de gado de corte, frangos, porcos, carneiros e outros, serão levados de roldão pelas ondas. Estas ondas, embora no Brasil não estejam mais à altura de quilômetros, mas ainda de centenas de metros, penetrarão pelos canais dos rios, e irão arrasando tudo o que estiver nas beiradas. Cidades que ficam até a centenas de quilômetros da costa serão engolidas pela onda.



Com o impacto de tão grandes proporções, também morrerá, segundo a Bíblia, 1/3 parte dos peixes do mar e dos rios. Estes animais todos, aos bilhões – misturados com cadáveres humanos – acabarão por boiarem nas praias, transformando a terra inteira numa pocilga fedorenta, que irá sufocar inclusive milhares de pessoas que servirão de repasto aos abutres. Tudo isso ficará apodrecendo e insepulto, porque não haverá mais gente para fazer isto, nem disposição para tanto. Eis aí o dia em que “os vivos invejarão os mortos”. Por todo o lado, só haverá destruição e ruína, e dor, e morte e pranto, Porque rejeitaram a instrução de Deus e não fizeram conta de seus milhões de sinais e de avisos.



Vamos adiante! Milhares de pessoas morrerão soterradas sob prédios em todas as cidades do mundo que não tiverem sido varridas pela onda gigante, porque não mais existirão bombeiros nem equipes de resgate. Aquele será um pavoroso momento de solidão, em especial para todos aqueles que hoje não se preparam, rezando o Rosário e mantendo a confissão em dia. Para os que rezam haverá o arrebatamento, a proteção, o resgate.

Todos os que restarem vivos depois do impacto e que estiverem nesta condição de fraqueza espiritual, não terão forças para se erguer facilmente e mergulharão numa profunda noite de dor. Ou seja, hoje, a teimosia em negar os evidentes sinais de Deus. Amanhã, a dor e o lamento! Isso não acontecerá com os filhos da Luz – não existem trevas onde brilha a luz de Deus – porque estes se estão preparando, já agora, como as virgens prudentes do Evangelho, que Jesus cita exatamente para este tempo. Estes terão, no momento da dor e da dificuldade, como que um batalhão de anjos e de almas para protegê-los e ajudá-los ou serão arrebatados no momento oportuno e não sofrerão muito. É por isso, acima de tudo, que Nossa Senhora pede tanto: Rezem! Rezem! Rezem! Especialmente, rezem o Rosário em família!



DEPOIS DO IMPACTO



“Naquele tempo, um estrondo semelhante ao bramido do mar retumbará contra ele (o povo). Quando olhar a terra, só verá trevas e angústia, e no céu se estenderão nuvens tenebrosas” (Is 6,30). De fato, naquele tempo, os homens “andarão errantes pela terra, fatigados e esfomeados; atormentados pela fome, agastar-se-ão e amaldiçoarão o seu rei e o seu Deus. Levantarão os olhos, depois olharão a terra, e só verão misérias, escuridão e trevas angustiantes. Repelir-se-ão dentro da noite (pois não há trevas onde há angústia?”) (Is 8,21-23).



E continua: “A terra está totalmente devastada, inteiramente pilhada, porque o Senhor assim o decidiu. A terra está na desolação, murcha, o mundo definha e esmorece, e os chefes do povo estão aterrados. A terra foi profanada por seus habitantes porque transgrediram as leis, violaram as regras e romperam a aliança eterna. Por isso “os habitantes da terra são consumidos, um pequeno número de homens sobrevive” (24,3-6). Este é o destino dos homens que resolveram quebrar a aliança eucarística, e destruir o “Sacrifício Perpétuo”. (Mas ele não será destruído!) Entretanto...



O livro do Apocalipse assim descreve a queda do astro: “O terceiro anjo tocou a trombeta. Caiu do céu uma grande estrela a arder como um facho; caiu sobre a terça parte dos rios e sobre as fontes. O nome da estrela era “Absinto”.

Assim, uma terça parte das águas transformou-se em absinto e muitos homens morreram por terem bebido dessas águas envenenadas. O quarto anjo tocou a trombeta. Foi atingida uma terça parte do sol, da lua e das estrelas, de modo que obscureceram em um terço; e o dia perdeu um terço da claridade, bem como a noite” (8,10-12).



Naquele dia, por todo lado que olharmos, só haverá trevas, fumaça, gases, fogo, águas envenenadas, plantações destruídas, abismos imensos na crosta terrestre, de tal modo que o dia, por muitos meses, perderá 1/3 parte de seu brilho. Isso, sem dúvida, irá permanecer em parte até o dia do Grande Milagre, que virá com a segunda parte do mesmo astro, e que acontecerá dentro de um ano depois do primeiro impacto. Isso nós veremos adiante!



Na verdade, segundo os cientistas, o astro da época dos dinossauros deixou a terra envolta em fumaça e gases em torno de 100 anos. “Este asteróide de 10 km de diâmetro chocou-se a 72.000 km/h. A força de impacto foi de mais de 10.000 megatons, equivalente a 1 milhão de bombas de Hiroshima (uma bomba de Hiroshima tinha 17 quilotons), e as áreas a menos de 1.000 km do local do impacto foram atingidas por ondas de até 1 km de altura. O choque levantou 1,5 trilhão de toneladas de poeira, vapor d'água e ácido sulfúrico. A nuvem encobriu toda a Terra, e impediu a passagem da luz do Sol”. (Fonte: Revista Super Interessante - Augusto Domineli Neto, astrofísico pelo Instituto Astronômico e Geofísico da USP.)



E agora não deveria ser diferente, não fosse a mão de Deus agindo em meio à tempestade, permitindo que a vida tenha curso ainda por um tempo – pouco – mesmo neste estado lamentável. O sentido maior é dar a todos os que restaram, inclusive aos perseguidores da Igreja, novas chances de conversão e volta a Deus. Ele é Pai, Ele é Amor, Ele é perdão, Ele é misericórdia. Não fosse assim, o astro viria num só bloco e nós seríamos TODOS fulminados! O sentido é fazer ver aos cientistas a imbecilidade de seus raciocínios e a incomensurável fraqueza deles diante de tão grandioso espetáculo. E a Bíblia prevê assim: “Eu dizia: “Ao menos agora temer-me-ás, aceitarás Meu Aviso, e sua casa não será destruída, conforme eu tinha decidido contra ela (So 3,7)”. Porém, embora todo este esforço de Deus, os maus não aceitarão este aviso e continuarão agindo perversamente.

Vejamos, em tópicos, aquilo que acontecerá depois:



1) COLAPSO MUNDIAL: Com os efeitos da queda do cometa, o mundo, já dilacerado pela guerra e tendo a economia em pane, estará agora reduzido a frangalhos. Não haverá mais comunicações, nem energia elétrica. O Brasil também perderá todas as suas usinas, sejam elas hidroelétricas, termoelétricas ou usinas nucleares e assim em todo o mundo. Não haverá combustíveis – pois pegarão fogo a maioria das refinarias, dos depósitos de combustíveis, toda a indústria petrolífera mundial, inclusive os postos de gasolina, pois cidades arderão em chamas, tendo em vista os dutos de gás canalizado. As estradas estarão em pedaços e não haverá qualquer tipo de transporte.



Toda a estrutura mundial ligada ao petróleo será reduzida a frangalhos, pois embora as jazidas de petróleo do Oriente Médio não afundem no mar, não haverá transporte, pois a maioria dos navios afundará. Também não haverá quase estradas, pontes e ruas, pois elas quebrarão em milhões de lugares. Não haverá mais transportes e a falta de todos os gêneros de primeira necessidade será completa. Só a muito custo se poderá saber o que aconteceu em toda a terra, pois levará muito tempo até que se restabeleçam umas poucas comunicações. As poucas cidades que restarem estarão reduzidas a um montão de ferro retorcido e cimento calcinado, nenhuma “torre” estará de pé. Mas não é tudo! Não é tudo e tudo isso durará longos e terríveis meses!



Muitas pessoas ficam extremamente preocupadas com o chip. Mas vejam, para ele funcionar é preciso energia. E precisa de satélites para localização e controle mental das pessoas. E para ele ser monitorado é preciso computador que funciona à energia. Se não houver energia, não haverá computador. Como a terra sairá de órbita com o impacto do cometa, certamente sairão de órbita também os satélites da besta e se perderão no espaço. Além disso, se outras obras dos homens maus afundarão, podem ter certeza que aquele computador central deles lá da Bélgica, o tal B.E.A.S.T – que atualmente já controla, através da rede mundial de computadores, a internet e todas as transações bancárias acima de 100 dólares, realizadas em todo o mundo – terá o mesmo destino, olhem o mapa da Europa. Creiam, antes que os homens respirem, já Deus terá “tirado o pino da tomada”. Não se preocupe com a marca, mas com o estado de sua alma.

Então todos eles perderão o “rumo”. Perderão suas máquinas de roubar e de explorar. O tempo deles é de apenas cinco meses. Nada mais! E lembre-se: a única marca que ficará para sempre é aquela gravada no coração. Não aceite outra, que ela vem de satanás. Se você escolher a Cruz, não precisa temer a outra! Sem medo! Mas sem a marca da Cruz, você corre todos os riscos!



2) A GRANDE SECA MUNDIAL: Ainda pelos efeitos da queda do cometa, com a contaminação das águas, com o desvio de milhares de cursos d’água – que inclusive poderão correr em direção contrária – e ainda pelos efeitos do pó e do calor daquele astro, somados aos efeitos das bombas dos homens, tudo isso fará o clima do planeta entrar em transe. Esta falta de água ocorrerá porque as montanhas, onde a água está retida, irão desabar, secando os depósitos. Com isso a água ali armazenada escoará de uma só vez matando as nascentes. Os profetas Joel, Jeremias, Habacuc e Amós falam que nestes dias irá acontecer uma pavorosa seca mundial, com a falência quase completa de todas as colheitas, pois não havendo água não há plantas. Em alguns lugares, por centenas de quilômetros, não se achará uma só gota de água. Não haverá caminhões para ir buscar, porque não haverá combustível. Ou seja, milhares morrerão de inanição. Veja o que dizem os profetas. É ainda Dia do Senhor!

Está em Joel 1,15-20 > 17: As sementes secaram sob os torrões, os celeiros estão vazios, os armazéns arruinados, porque falta o trigo. 18: Como geme o rebanho e como anda errante o gado por falta de pastagens! Até mesmo os rebanhos de ovelhas padecem. 19: Clamo a vós, Senhor, porque o fogo devorou a erva do deserto, a chama queimou todas as árvores do campo. 20: Os próprios animais selvagens suspiram por Vós, porque as correntes das águas secaram e o fogo devorou a erva do deserto.



Habacuc diz em 3,16-19 > 6: Esperarei em silêncio o dia da aflição, que se há de levantar sobre o povo que nos oprime. 17: Porque então a figueira não brotará, nulo será o produto das vinhas, faltará o fruto da oliveira e os campos não darão o que comer. Não haverá mais ovelhas no aprisco, nem gado nos estábulos.



Jeremias fala sobre a seca em 14, 1-6 >1: Eis o que diz o Senhor a Jeremias a propósito da seca. 3: Os grandes da cidade enviaram os servos à procura de água. Encaminharam-se estes às cisternas; água, porém, não encontraram, e voltam com os recipientes vazios, envergonhados, confundidos e cobertas as cabeças. 4: Fende-se o solo todo, porque a chuva não rega a terra. Decepcionam-se os lavradores e cobrem suas cabeças. 5: Até a corça no campo abandona a cria, por falta de pastagem. 6: Mantêm-se nos montes os asnos selvagens, aspirando o ar como chacais. Seus olhos perdem o brilho, pois não há erva.



3) FOME, PESTES E PRAGAS: Outro efeito da hecatombe será a fome generalizada. Será o grande momento dos justos, o momento da partilha, onde se provarão os verdadeiros filhos de Deus, pois a quem repartir seu pouco nada faltará. Os esganados morrerão de fome e de sede. Os que não repartirem ficarão sem nada. Pior ainda, para devorar o pouco que sobrou, a terra será invadida por nuvens de gafanhotos, ratos, escaravelhos, pulgas e todo tipo de inseto nocivo, que se proliferarão aos milhares, tendo em vista a quebra do ciclo da vida e o desaparecimento de seus inimigos naturais. Isso durará, segundo o livro do Apocalipse (9,1-10), cinco meses. Também segundo este livro, estes animais irão afligir mais diretamente os inimigos de Deus e não tanto aqueles que estiverem marcados pelo Senhor com a Cruz. Promessa do Pai do Céu e mais uma prova de Seu Amor.



Haverá também doenças terríveis e novas, sendo que velhas doenças mortais afligirão milhares de pessoas. Isso acontecerá porque se quebrará o ciclo da vida. Muitas espécies de vírus e bactérias perderão seus controles naturais, e unindo-se a outras criarão doenças mortais, que dizimarão nações inteiras. Neste momento, somente funcionará o Óleo Sagrado de São Rafael, a Medicina de Deus, uma vez que todos os medicamentos inventados pelo homem deixarão de funcionar. Será o momento da fé, da crença em Deus, do amor e da união. Todos os que derem provas de amor aos seus irmãos serão amados de Deus!



Serão assim, muitos meses de profunda consternação em toda a terra. Os homens não saberão o que fazer. Todos os sistemas de emprego, também de produção e distribuição de alimentos estarão prejudicados. Na maioria dos lugares faltará água, pois a maior parte que existir estará podre, envenenada e contaminada, o que impossibilitará a vida em muitas regiões por algum tempo.

Nestes locais, levará muito tempo até que a vida volte a uma certa normalidade. Mas, nos locais onde a água existir, a vida aos poucos será retomada. Os homens tentarão reconstruir suas casas e seus negócios, embora ainda nos moldes antigos, fazendo que a vida retome seu curso com certa normalidade. Entretanto serão os tempos mais difíceis, mais terríveis, mais sofridos, qual jamais houve outros assim desde que existe a vida na terra.



Na verdade, Jesus tem repetido incansavelmente aos seus profetas: “Eu venho para abater todas as vossas leis!” E diz mais: “Eu venho para reduzir, a zero, todas as combinações humanas”. Ora, abater tudo e reduzir a zero significa arrasar por inteiro. Na verdade, já mostramos, será o homem a destruir-se a si próprio. De fato, já pelo efeito das guerras internas e da guerra mundial, o homem terá colocado o mundo em colapso. E como um rastilho de pólvora, quebrar-se-ão todas as estruturas desta sociedade atual, que os servos da besta insistem em chamar de moderna.



Assim, partir-se-ão todas as cadeias produtivas, desde as fases primárias até as indústrias de transformação. Também na esteira serão interrompidos os meios de transporte, pois toda esta convulsão social gerará um verdadeiro dilúvio de greves. Em todos os países da terra, os trabalhadores serão colocados na rua aos milhares e sem pagamento de salários e direitos, porque as empresas serão pegas todas de surpresa. Estes trabalhadores irão buscar seus direitos à força, levando as sociedades ao caos. Como este fato já terá início antes do astro, é neste momento de caos – antes da queda do astro – que o anticristo irá apresentar seu projeto, e receberá as chaves de todos os governos da terra, pois diante do anticristo se curvará a maioria dos homens. È então quando ele dirá que o Aviso veio dele, para que os homens compreendam que ele é um deus e deve ser ouvido e respeitado.



Mas uma coisa é certa: os bons sobreviverão bem, só porque viverão fraternalmente, partilhando tudo. De fato, a primeira grande lição que o aviso dará para muitos é a compreensão da miséria humana. Os homens passarão a compreender que a única saída real de segurança para suas vidas será caminhar com Deus, para Deus e em Deus. Então eles compreenderão que a grande chave não é o acúmulo de riquezas, mas o exercício maravilhoso da partilha de tudo, desde os bens pessoais até comida, água, tudo. Adiante explicaremos como isto se dará.

Então, os que não repartirem, neste tempo, viverão em pleno desespero. Em grande parte será o tempo da miséria dos ricos. Milhões de ricos, de nababos de dias atrás, de empresários ladrões, de comerciantes desonestos, até de banqueiros obesos e lustrosos, muitos destes estarão em meio à penúria extrema. E eles não saberão como agir, nem o que fazer para se alimentar. O caminho deles será então os monturos de lixo, a carniça dos corpos, a água podre. Eles irão pagar caro o fato de não haverem partilhado sua riqueza e sim sugado os bens dos miseráveis!



Aí poderemos ver milhares de ricos, com as roupas rasgadas, arrastando-se famélicos por todos os lados, catando restos nas lixeiras, exatamente como fizeram com milhões de pobres e miseráveis, em especial nas últimas décadas. Será para que sintam na própria pele, aquilo que provocaram nos outros e será como apelo da Misericórdia para que se verguem, se arrependam e voltem para Deus. Não se trata de castigo, pois Deus é bom!



Não haverá, certamente, outra forma de vergar os soberbos, os orgulhosos, os exploradores que jamais se preocuparam com o bem comum e que jamais exercitaram a partilha. Rainhas, reis e príncipes, ministros e chefes de estado, generais e comandantes, juízes soberbos e altos mandatários que estavam acostumados com banquetes diários e à opulência, agora se vêem diante da penúria extrema. Das coisas podres! Da fome mortal! Ó sim, não tenham dúvida, milhares de gordos morrerão de fome.



4) O AUGE DA PERSEGUIÇÃO: Nos primeiros dias que se seguirem à queda do cometa, os cientistas da besta dirão que isso é um fato comum, que acontece a cada tempo, e que nada tem a ver com “castigo” de Deus. Depois, porém, mudarão o teor de seu discurso, colocando toda a culpa das catástrofes nos católicos, especialmente. Eles dirão depois que o anticristo se obrigou a mandar este Aviso para acordar os homens. Então eles continuarão, em muitos lugares da terra, a perseguir e a matar – principalmente os católicos que se opõem ao seu progresso e ao seu modernismo – pois embora todos os avisos, “os maus não se arrependerão” (Ap 9,21) e continuarão seus malefícios. E haverá novos mártires! “Porque é ainda preciso que se complete o número, e que muitos lavem suas vestes!” (Ap 7,14) Este tempo, entre o Aviso e o Milagre – que explicaremos a seguir – não será superior a um ano. Quem sabe, seis ou sete meses!

5) O GRANDE MILAGRE: Como dissemos, com a queda do primeiro astro – pois conforme o Apocalipse serão dois a cair – por força do impacto, a terra estará vagando por um tempo, fora de sua órbita normal. Eis que, tendo algumas comunicações já restabelecidas, os cientistas observam no céu um enorme pedaço daquela mesma estrela anterior, porém muito maior que o primeiro, e que se cair na terra matará toda a vida para sempre. Os cálculos são feitos e refeitos e eles não têm mais dúvida. O impacto acontecerá fatalmente. Então durante alguns dias e noites seguidos, veremos uma bola incandescente – a chamada esfera da redenção – aumentar de tamanho, noite a noite, cada vez mais ameaçadora e a cada vez mais próxima da terra.



Ezequiel, no capítulo 7, 1-27 bem o descreve. Será o terror! Será a angústia suprema! E será o último aviso de Deus. A última chance de conversão da humanidade. Ele anuncia o fim deste mundo sórdido, voltado às riquezas, pois esta profecia se refere aos dias que antecedem o grande Julgamento Final. Sim, será o Fim dos Tempos, mas os homens acharão que agora é o fim do mundo. Esta passagem deste livro acontecerá certamente por ocasião da queda do segundo astro, no Grande Milagre, conforme também explicaremos adiante.



Que diz Ezequiel? 2: Eis o fim! O Fim vem para todos os habitantes da terra. 3: Chegou o fim para ti, vou desencadear contra ti minha cólera, vou julgar-te de acordo com o teu procedimento e fazer cair sobre ti o peso de todas as tuas práticas abomináveis. 5: Eis o que diz o Senhor Javé: uma desgraça única! Eis que irá suceder uma desgraça.6: O fim se avizinha, o fim se aproxima, ele desperta para cair sobre ti; ei-lo! 7: Tua vez é chegada ó habitante da terra! É vindo o momento, o dia está próximo; não há mais alegria sobre as montanhas, é o pânico! 9: Não te tomarei em consideração, serei implacável, pedirei conta de teu proceder e todos os teus horrores serão manifestos em teu meio. Então sabereis que sou o Senhor que fere!10: Eis o dia! Ei-lo que chega. Tua vez chegou. A vara floriu, o orgulho produziu os seus frutos. 11: A violência levantou-se como um cetro de impiedade. 12: Chegou o tempo! O dia se aproxima! 13: Porque a visão não será revogada. 15: Fora a espada; dentro a peste e a fome! Quem estiver no campo, perecerá pela espada; o que estiver na cidade será devorado pela peste e pela fome. 16: Se alguns chegarem a se refugiar nas montanhas, gemerão como pombas dos vales, cada qual por causa do seu pecado. 17: Todas as mãos cairão desalentadas e todos os joelhos tremerão!18: Revestir-se-ão de sacos e tremerão como varas verdes! A vergonha transparecerá em todos os rostos e todas as cabeças serão raspadas. 19: Deitarão seu dinheiro às ruas, seu ouro será como imundície; sua prata e o seu ouro não poderão salvá-los no dia da cólera do Senhor”.



Ora, a maioria absoluta dos homens, ainda vivos, não terá esquecido ainda a experiência catastrófica do primeiro impacto. E sabendo que este novo astro é ainda maior que o outro, e tendo a previsão dos cientistas de que, se ele bater na terra, não restará mais vida no planeta, será com certeza uma semana de completo desespero para os que não confiam em Deus, nem sabem dos fatos. Como vimos, o primeiro astro veio sem aviso. Este segundo, porém, será visível por muitos dias no Céu, exatamente porque com o impacto do primeiro astro a terra havia sido jogada para fora de sua órbita milenar, e por isso agora se acha exatamente na rota de colisão da segunda parte e maior do mesmo astro.



Acredito que, por estes dias, vendo-se perdido e numa última ação desesperada, o anticristo tentará escapar, simulando uma ascensão ao céu, diante de seus últimos seguidores, mas será esmigalhado contra o solo e terá seu ventre podre explodido, expirando em meio aos vermes e seus excrementos (Isaías 14, 3-20). Ele terá um fim de vida horrível, entre as mais indizíveis dores e sofrimentos, mas terá isso porque, decidida e livremente, ele assim o escolheu. E partirá rápido como um pensamento para o lago de fogo. Isso acontecerá “sem o esforço de mão humana” e sim, como está na segunda carta aos Tessalonicenses, “pelo sopro da boca do Senhor e pelo esplendor de sua vinda gloriosa”. Então, tendo sido morto o maior adversário de Deus, nós estaremos chegando aos últimos contrafortes da libertação total.



Entretanto o segundo astro vem. E tal como aconteceu antes, por ocasião da queda do primeiro pedaço, do mesmo astro, Deus não desperdiçará este novo momento de horrores, sem realizar aqui também uma outra e maravilhosa obra de salvação. Porque, então, os últimos homens se converterão nestas que serão as últimas horas da misericórdia. Não todos, mas a imensa maioria dos homens, ao ver o astro vindo, inexoravelmente cairá de joelhos, tal como descreveu o profeta Ezequiel acima.

Os grandes cientistas dobrarão seus joelhos e vergarão suas frontes arrogantes. Enfim, todos aqueles nos quais ainda brilha uma centelha da Luz, estes se converterão. E serão os últimos. E estes últimos estarão plenamente arrependidos, humilhados e vergados sob o peso da própria vergonha. E tendo naqueles dias e minutos finais de terror e de angústia vivido, já aqui na terra, seu purgatório dolorido, estarão em condições e já preparados para ir ao céu, como havia acontecido por ocasião do primeiro astro. E é neste exato instante, neste último momento, quando os homens estiverem arrependidos – os últimos – que o nosso Bom Deus irá mostrar mais uma vez aos homens o infinito poder de Seu braço, a extensão suprema de Sua misericórdia e o abismo eterno de Seu Amor; Ele, o Poderoso Pai, na última fração de segundo, irá desviar o curso deste grande astro. E ele passará rente a terra sem bater nela... E se perderá no infinito para sempre!



6) ÚLTIMA CHANCE DE CONVERSÃO: Passadas algumas horas – ou minutos – do milagre, o certo é que em muito pouco tempo depois cessará, no mundo inteiro, a graça da conversão. Então Deus dará a ordem: Basta! E todas aquelas pessoas que não foram ainda capazes de entender que Deus existe, que é Ele quem comanda todas as coisas, e que todos os homens Lhe devem ser submissos livremente, e amorosamente, estes não se converterão mais. Fechar-se-á o Céu! Será a última decisão dos últimos vivos! E todos que, ainda assim, continuarem negando a Deus, livre e conscientemente, tornar-se-ão verdadeiros demônios vivos, capazes de cometer as piores barbáries dali em diante. Então estará muito próximo o seu fim horrendo. O fim de todos os maus da terra. Eles serão levados, em corpo e alma, para o inferno, assim como sempre o desejaram.



7) OS PREPARATIVOS FINAIS: De acordo com as profecias atuais, assim como nos têm dito os santos de séculos passados, num dado momento veremos uma grande cruz vermelha nos céus, que ali permanecerá por alguns dias anunciando o evento final. Provavelmente ela será contemporânea ao astro que está visível. Ela prenuncia o fim, a derrocada dos maus e do império de satanás, seu sedutor e enganador. Será o tempo das pessoas se recolherem às suas casas, a fim de se prepararem para o grande apogeu, para outra grande manifestação do poder de nosso Deus: E virão os famosos três dias de trevas, o penúltimo ato do Fim dos Tempos! Adiante explicaremos isso também!

8) O GRANDE TERREMOTO: Ele corresponde exatamente ao derramamento da sétima taça da ira de Deus (Ap 16,18). Ora, mesmo que o segundo astro seja desviado por Deus e não bata na terra, esta sofrerá um tremendo impacto de repulsão. Será como um monumental coice, que segundo mensagem passada ao Cláudio, deverá recolocar a terra na sua órbita antiga e milenar. E ela que desde o primeiro impacto estava girando sem governo pelo universo, voltará para seu antigo local no espaço, dando mais uma mostra do supremo poder do Grande Navegador.



Entretanto, quando a terra estiver retornando à sua órbita antiga – pois Deus a desviou do impacto do grande asteróide - haverá “um terremoto tão grande como jamais houve desde que há homens na terra” (Ap 16,18). Falam os santos e profetas que este abalo durará oito horas seguidas. Então toda a terra se enrolará como um pergaminho e abalar-se-á até às entranhas. Todas as últimas obras más, construídas pelo orgulho humano e ainda de pé, serão arrasadas até virarem pó completo e ruína absoluta. Tudo será esmagado, será triturado e será vingado no cadinho da ira de Deus. E estarão reduzidas a zero, todas as obras humanas e todas as suas combinações perversas. Só o que é de Deus ficará de pé! E só restarão de pé, os filhos de Deus!

E como o Criador sempre tira grande proveito de uma explosão do mal, também estarão sendo assentadas, neste poderoso momento, as bases finais e duradouras de todos os continentes futuros, com suas novas, últimas e seguras formações. Este último “peneirar” da terra será necessário para firmar as estruturas dos novos blocos surgidos do mar, e também dos antigos que ficaram na superfície das águas. E é ali que passarão a viver posteriormente os filhos de Deus.



Entretanto uma coisa terrível ainda estará acontecendo neste momento! É que milhões de pessoas ainda estarão morrendo em toda a terra pela força do último terremoto. Se no cálculo anterior que fizemos, sobrou uma décima parte dos homens, certamente aqui não restarão muito mais do que os 144 mil eleitos, conforme está no livro do Apocalipse (7,4). O número é este mesmo! Não se trata de número simbólico, como muitos dizem. Olhem os mapas, façam os cálculos e chegarão sem dúvida à mesma conta. E verão que todas as grandes metrópoles e as regiões super habitadas, de beira-mar e beira dos rios, terão desaparecido para sempre.

Todo aquele não católico, não seguidor de Cristo, de qualquer religião, que quiser chegar lá, que creia agora e seja batizado. E crer significa aceitar toda a verdade revelada e não só parte. Pois restarão apenas os filhos de Deus, os que rezam, os fiéis à Igreja Católica, a Única Igreja de Jesus. Os outros todos se quiserem entrar na nova Terra, deverão se converter já antes. Devem entrar no rebanho único, antes! Devem se submeter ao pastor único, antes! Entretanto, mesmo que não chegue lá viva, a maioria se salvará, mas apenas por causa dos católicos orantes!



Como se vê, um novo golpe da mão de Deus no adversário. Este golpe retirará das garras do maligno as últimas almas que Deus ainda puder lhe arrancar. Eis que logo em seguida ao milagre, estando as pessoas profundamente arrependidas de suas faltas, conscientes de sua maldade, estarão prontas também para cair nos braços de Deus. Então, antes que tenham tempo de cair novamente em falta, Deus manda o terremoto e, junto com ele, os famosos três dias de trevas – explicados a seguir – e com isso leva a imensa maioria da humanidade para o Seu seio Eterno. Assim, sem afrontar a liberdade do homem em seu direito de escolha, com o Aviso e o Milagre, Deus recolhe para si a maioria dos homens tirando-os das garras de Lúcifer – o perdedor eterno – que já está em desespero hoje por conta disso!



Eis porque tantos irão morrer. Estes, afinal, serão aqueles “trabalhadores da última hora” da vinha do Senhor, aos quais será dado quase de graça – pois sem mérito – o Reino dos Céus. Muitos milhões serão convertidos quase contra a vontade. É que simplesmente não existe outro meio, pois o homem está cego e com o demônio agindo de forma tão terrível sobre ele, jamais mudarão as coisas. É então preciso deixar que todos morram, mas não como os filhos bastardos e renegados que se fizeram, e sim como verdadeiros filhos e filhas do Deus da Luz, para todo o sempre. Restam, porém, alguns – os últimos – maus. Aí virão...



9) OS TRES DIAS DE TREVAS: O último golpe nos maus virá com este expediente de Deus. Será como cerrar o pano do palco do Velho Mundo! Com o imenso golpe de repulsão do astro, e também pela força do assustador terremoto, a terra será atirada no espaço negro, navegando pelas trevas completas durante 72 horas. Serão trevas tão densas, tão pavorosas, que nenhuma luz inventada pelo homem as poderá alumiar, só as velas bentas!

Nós não vamos explicar aqui tudo o que é preciso fazer nestes dias maus, porque isso já está sobejamente explicado em outros trabalhos e outras profecias. Cada um deve se preparar, porque serão os mais terríveis dias que já existiram. Quem quiser ler um relato bíblico deste evento assombroso, deve ir ao Livro da Sabedoria, no capítulo 17, que narra o que aconteceu nas doze pragas do Egito. É importante ler.



Naquele tempo de horrores, os demônios aparecerão vivos, assim como são, para os maus e leva-los-ão direto para o inferno. De corpo e alma! De fato, os últimos seguidores da besta, e por certo grande parte dos seus dirigentes máximos, serão preservados para estas horas de terror. Eles assistirão até o fim à derrota de seu projeto diabólico. Infelizes, mil vezes infelizes! Enfim, quando o palco destas 72 horas de trevas se abrir novamente, nós já estaremos no primeiro dia da Nova Terra.



ALERTA: Aos filhos de Deus alertamos que, naqueles dias, as casas não devem ser abertas, pois os espíritos diabólicos imitarão as vozes dos nossos entes queridos para nos incitar a abrir nossos refúgios sagrados. É preciso manter as portas fechadas, acender uma vela benta e rezar, porque fora reinará a pestilência e os gases venenosos que brotam do abismo, matarão as pessoas. Os que estiverem em oração e forem bons, não precisam temer. Nas casas dos maus nada adiantará.



Última explosão da bondade de Deus: Naquelas 72 horas de horror maior, com ventos assombrosos a altíssimas velocidades, Deus estará promovendo a última limpeza da terra. Estes ventos haverão de limpar, não somente a atmosfera que antes estava entenebrecida, como também irão retirar da crosta terrestre até as últimas gotas de veneno aqui esparramado pelo homem. E assim, naquele tempo as águas, os rios, as fontes, enfim, a natureza inteira estará sendo purificada pelo poder de Deus. Sim, para que os Filhos Dele possam viver o Reino da Paz.

Mas acima de tudo e para sempre, estarão sendo expulsos da terra, os demônios. Para sempre, para a eternidade. Para nunca mais tentarem ao homem. Durante aquelas trevas, os anjos de Deus se encarregarão desta tarefa, e Lúcifer, o grande adversário de Deus e grande derrotado – porque derrotado pelo homem, filho da Mulher Maria, a quem tanto ele desprezava – será expulso da terra porque está dito: “O demônio, sedutor deles, foi lançado num lago de fogo e enxofre, onde já estavam a fera e o falso profeta, e onde serão atormentados, dia e noite, pelos séculos dos séculos” (Ap 20,10).



Ou seja, aqui está claro que o anticristo, assim como o falso papa e todos os obstinados no mal, que estupidamente levarem até o fim o seu desvario, já estarão esperando os demônios no inferno, e é ali que darão repasto a eles para todo o sempre. Porque assim o decidiram livremente estes infelizes. Este, afinal, é o destino dos rebeldes, dos teimosos, dos burros, dos insanos, dos arrogantes, dos sábios e doutores deste mundo, ou seja, de todos aqueles que praticam o mal, mas que orgulhosamente se negam a pedir perdão a Deus.



Quando terminar esta deflagração final, passadas estas 72 horas, os que acordarem já estarão no mundo novo. Estarão já no Novo Céu e na Nova terra, prometidas por tantas vezes pelo Senhor. Todas as pessoas que sobrarem, passarão a viver uma vida muito diferente da que nós vivemos hoje. Tudo aquilo que construímos até agora será abolido. Passaremos a viver conforme Deus sempre quis. E será tão maravilhoso, que jamais iremos querer outra forma de vida. Estará então em curso a grande Evangelização e preparação da Vinda Gloriosa de Jesus.



Não acreditamos, porém, que a 2ª Vinda Gloriosa de Jesus ocorra de imediato, assim, nos dias que seguirem a todas estas coisas. O profeta Daniel fala numa tribulação de 1290 dias e diz: feliz de quem espera e alcança os 1335 dias. Ou seja, 45 dias depois. Deus sabe! Nossa Senhora disse ao Cláudio que o começo será sofrido, mas será com Deus. A terra estará semeada de cadáveres e levará muito tempo para que se recolha a todos. Tudo estará destruído, mas pronto para um começo em Deus.



Por isso, logo haverá de brotar erva verde e nova. Plantas lindas e perfeitas. Frutas maravilhosas e nutritivas. É neste momento que se dará o retorno glorioso de Jesus. E haverá o grande julgamento das pessoas vivas e mortas. Haverá a ressurreição de todos. Até o mar devolverá os seus cadáveres (Ap 20,11) e cada um será julgado segundo o seu procedimento. Nós havíamos escrito um capítulo sobre esta ressurreição, mas o deixamos fora por questão de espaço. Ler I Coríntios 15!

ELE – JESUS – VEM!



Eis aí o dia tão esperado. Milhões de santos e de justos, por todos estes milênios afora, têm esperado por este grandioso dia. Céu, inferno, purgatório e terra, com todos os seus habitantes, estarão ali diante do Cordeiro que vem, agora como Soberano e como Juiz! E virá para todos o julgamento definitivo. Pois...



“Quando o Filho do homem voltar na sua glória e todos os anjos com Ele, sentar-Se-á no seu trono glorioso. Todas as nações se reunirão diante Dele, e Ele separará uns dos outros, como um pastor separa as ovelhas dos cabritos. Colocará as ovelhas à direita e os cabritos à esquerda. E dirá aos que estão à direita: Vinde, benditos de Meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado, desde a criação do mundo... Voltar-se-á em seguida para a sua esquerda e lhes dirá: Retirai-vos de Mim, malditos! Ide para o fogo eterno, destinado aos demônios e aos seus anjos... E estes irão para o castigo eterno e os justos para a vida eterna” (Mt 25, 31-46).



Esta passagem dos Evangelhos, certamente, foi a que mais me impressionou desde criança. Acredito que, desde os seis anos de idade, eu já conhecia esta frase terrível: Retirai-vos de Mim, malditos! Desde a minha mais tenra infância, ela me ressoa aos ouvidos. Jamais quererei ouvi-la da boca de Jesus! Infelizmente ela deverá ressoar por milênios nos ouvidos dos rebeldes, dos escarnecedores e de todos aqueles que não acreditam na Justiça divina. Sim, da mesma forma a frase dedicada aos justos, “vinde benditos de Meu Pai”, haverá de ser como um néctar eterno, a fazer vibrar as almas santas para sempre.



Na verdade, o que estará acontecendo naquele momento será, quem sabe aqui, a mais assombrosa prova do poder de Deus. Este poder se manifestará na ressurreição dos mortos e também na transformação dos vivos. São Paulo diz assim: “Eis que vos revelo um mistério! Nem todos morreremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta! Os mortos ressuscitarão incorruptíveis e nós seremos transformados” (I Cor 15). A explicação é teológica e difícil de entender. Mas o importante para nós é chegar vivo lá e de alma limpa. O resto não importa! Assim, penso que deveremos falar é sobre a Nova Terra que vem com Jesus. Como será?

TERRA E CÉU NUM SÓ



Será apenas e quase uma coisa só. Apenas um véu nos irá separar – Terra e Céu. A morte, “o último inimigo a ser vencido”, não existirá mais. Quando alguém for chamado por Deus para ir para o céu, não será motivo de pranto, de separação para os que aqui ficam, mas sim de festa e alegria e regozijo, pois certamente que no céu, junto de Deus, sempre será mil vezes melhor. O próprio Jesus viverá em nosso meio por algum tempo, até nos ter instruído em como quer que vivamos. Também Nossa Senhora aqui estará para nos auxiliar na Nova Terra, a fim de vivermos uma verdadeira vida em Deus, ela com os anjos e santos.



Na verdade, eles nos serão visíveis. A ausência de pecados nos permitirá ver a Jesus e a Nossa Senhora e também ao Pai, porque Adão e Eva O viam. Além disso, receberemos de volta os nossos dons preternaturais, que perdemos com o pecado de Adão e Eva. São dons sobrenaturais que nossos pais desprezaram, mas que certamente – não tendo mais satanás por perto, como eles tinham – todos aqueles que tiverem a graça de entrar na Nova Terra, saberão muito bem aproveitar.



Entre estes dons perdidos estão, certamente, o da sabedoria infusa, isto é, as pessoas já nascerão sabendo tudo aquilo que é possível, sem nunca mais precisar de instrução e não esquecerão de nada durante toda a vida, o que significa ganhar de volta os 100% de inteligência. Os vivos também receberão! E isso inclui o conhecimento da Lei de Deus. Na verdade, a maioria dos vivos irá esquecer de todas as coisas passadas, tristezas, dores, pecados, só permanecendo a consciência de família, mas apenas dos que ficaram vivos. Ou seja, se algum de nossos familiares tiver sido acolhido por Deus ou tiver infelizmente se perdido, não iremos ter consciência disto, porque não haverá mais sofrimento.



Outro dom que Adão tinha era o da agilidade, ou seja, a possibilidade de mover-se de um lugar para outro, em quase tempo real, sem sofrer a força da gravidade da terra. Outro ainda é o dom da impassibilidade, ou seja, a impossibilidade de sofrer dor ou ficar doente. Estes são alguns que me ocorrem, mas Deus é que tem poder para conceder estes e todos os outros que Ele quiser. De qualquer forma, apenas com estes três, certamente nós já teremos ganhado além do merecido. Não acham?

De fato, Deus nos criou para vivermos assim, com todos estes dons. E Adão e Eva tinham isso tudo e revoltaram-se contra Deus. Quantos milênios de dor esta desobediência nos custou! Entretanto, como a Bíblia diz, “passou a primeira condição”, ou seja, o velho mundo terá desaparecido e surgirá um mundo novo. Como você viu, todos os continentes se modificaram e, com os novos ajustes de Deus, a terra caminhará para o paraíso. Ou seja, com algum trabalho feliz e nunca mais remunerado, os homens transformarão a terra inteira num paraíso. Havendo a ausência de pecados, nada mais de mal contaminará as coisas, nem as pessoas, vivendo todos e tudo sempre na graça divina. Nunca mais haverá desastres naturais capazes de afetar o homem, que viverá em harmonia com a natureza, animais e plantas. Um não fará mal para o outro, pois Deus será o centro de tudo. O clima será sempre ameno sem desastres naturais!



PREPARAR-SE PARA A GUERRA!



Sim, deve ter sido com uma sensação de alívio que o leitor acabou de ler este livro, especialmente por saber agora que, embora todas as desgraças, serão incríveis as maravilhas que Deus fará por aqueles que O amam. E o leitor deve ter percebido que, sempre, a Mão de Deus estará agindo por trás, preservando, cuidado, amparando, arrebatando Seus filhos que rezam, a fim de não permitir que o demônio e seus sequazes matem a todos e destruam toda a obra de Deus. Será o Amor vertendo Amor!



Mas veja! Não respire ainda com um sentimento de “acabou”! Na verdade o que você leu não foi um sonho, mas uma realidade ainda por vir. Nós ainda não passamos pela tribulação e ela vem. De fato, o exército maldito já está a postos e nós devemos também nos manter em guarda, especialmente seguindo os indicativos de Nossa Senhora, passados em todo o mundo. Mas devemos usar apenas a arma do amor nesta guerra final, não as espadas, porque é o AMOR que vencerá!



E assim, pelas instruções passadas por Nossa Senhora em todo o mundo e também ao Cláudio, vamos enumerar uma a uma as verdadeiras armas do Amor, isso para que as pessoas possam ir providenciando-as na calma. Lembrem-se, enquanto o Bento XVI estiver no Vaticano, NADA acontecerá. Por isso, atente para estas coisas simples:

1 – Manter o estado de graça, pela confissão freqüente! Isso é de extrema importância, porque o pecado ocupa o lugar da graça. E nós precisaremos, desesperadamente, de todas as graças. Deus se obriga a atender e salvar aos justos, porque é promessa Sua!



2 – Assistir à Santa Missa todos os dias se possível! A Missa é de valor infinito, se assistida em estado de graça. Ela nos dá a fortaleza, do corpo e da alma. Devemos aproveitar a Eucaristia, agora, enquanto a temos, porque depois ela faltará.



3 – Rezar o Rosário todos os dias, especialmente em família! O Rosário é a grande arma que Deus nos deu para este tempo. Mas ele é feito para ser rezado em grupo, especialmente em família. Família que reza junto o Rosário de Maria se salvará inteira. E será preservada da tribulação, inteira!



4 – Manter em casa velas bentas e sal exorcizado! Estes são sacramentais importantes na luta contra o maligno. O demônio foge destas coisas bentas pelos sacerdotes. As velas bentas são necessárias para os três dias de trevas, mais adiante.



5 – Manter sempre um estoque do Óleo Sagrado de São Rafael! Este óleo será necessário, desde já. Entretanto, adiante se verá que os remédios de farmácia deixarão de funcionar. Então este óleo santo curará todas as doenças.



6 – Exercitar desde já a partilha de todas as suas coisas! Isso é muito importante, porque, como já exaustivamente falamos no texto, somente os que partilharem terão tudo o que precisam para se manterem vivos, embora o mundo esteja num caos. É então preciso desprender-se de tudo, já agora, para se ligar somente e inteiramente em Deus. Então Ele proverá TUDO.



7 – Quanto à questão de estocar comida e água, ninguém precisa se preocupar. Lembramos que, nos tempos da tribulação, os padres que se mantiverem fiéis à Santa Eucaristia – somente estes fiéis – terão a graça de abençoar os alimentos, que se multiplicarão “ad infinitum”. Mantenha-se perto de um padre assim! Que ame a Eucaristia! No tempo oportuno, as pessoas receberão o indicativo dos alimentos que devem levar ao padre, nada em excesso, que indique falta de confiança em Deus. Mas por hora isso ainda não é preciso. Tudo se fará com calma!

8 – Quem já tiver, deve manter o lencinho branco de Nossa Senhora. Muitas pessoas já o têm e ele servirá para proteção contra os gases venenosos que inundarão a terra, especialmente nos primeiros sete dias depois do impacto do astro. Mas façamos isso tudo com calma, pois dará tempo. Se a pessoa não tiver um, peça em oração a Nossa Senhora, que toque e abençoe um lencinho branco, e guarde-o bem. Ele terá o mesmo efeito. Apenas confie e reze! Não acredite nunca naqueles que dizem que estas coisas não funcionam. Estes são mandados por satanás!



9 – Preparar-se e estar disposto a perder tudo, menos a alma. Isso significa desapegar-se completamente de todos os bens deste mundo. Casas, apartamentos, terras, dinheiro, ouro e jóias, ações, aplicações financeiras, tudo. No Novo Reino, tudo será de todos, numa partilha permanente. Assim, os que agora não se desapegarem de tudo, os que permanecerem aferrados aos seus bens, acabarão por entrar em desespero quando tudo ruir com o estrondo. E tantos poderão perder-se para sempre, como correrão o risco de não chegarem vivos ao final. Porque você viu claramente pelos mapas: quase nada ficará de pé! Em resumo: CONFIAR completamente em Deus! Não há outra saída!

Mantendo tudo isto em dia, não há o que temer. É a parte espiritual, acompanhada dos sacramentais. Quem não quiser acreditar neles, também é livre para fazer como quiser. Nosso dever é apenas semear, apenas alertar. Acima de tudo, é preciso ter – quem não tem, aprenda – confiança plena em Deus. Só Ele é capaz de nos ajudar. Não confie, pois, nos homens que dizem que estas coisas não virão e que somos loucos. Seja inteligente e veja com seus olhos os sinais e avisos que o Pai Celeste nos envia.



Calma, paz, tranqüilidade, alegria, esperança, fé e amor são as provas de que estamos preparados para a batalha que vem. Os que estiverem munidos destes escudos, não temerão mal algum. Nem a morte os angustiará. Nem o fato de saberem que moram hoje num local que será tomado pelo mar. Basta se manter em oração, especialmente o Rosário em família, e a sua casa será preservada, será arrebatada, e quando menos você perceber, estará com todos os seus em um lugar seguro. Os que não conseguem manter esta calma, mesmo na iminência de todos estes acontecimentos, precisam voltar ao confessionário. É por ali que começa o caminho da cura. Fora dele, não existe!

O mundo, a vida na terra não acabará! O homem continuará a existir, até quando Deus quiser e isso poderá acontecer ainda por milhares de anos. De fato, a verdadeira vida na terra deve é, sim, começar então. Um homem novo, uma nova terra, vida em Deus. Fantástico ! Maravilhoso! Incrível! Extraordinário! Impossível de ser descrita com palavras! Ninguém será capaz de descrever aquilo que Deus tem preparado para aqueles que O amam de verdade. Lutemos pela vinda deste dia! As dificuldades serão passageiras, e aqueles que amam serão recompensados! Também as crianças, os idosos e os aleijados serão arrebatados antes da tribulação para lugares seguros e pouco sofrerão. Tenhamos fé!



ÚLTIMAS CONSIDERAÇÕES



De todas as destruições, de cidades, de países inteiros, quase de continentes, a coisa que mais me deixou impressionado foi o completo desaparecimento de todos os grandes santuários marianos da terra. Akita no Japão, Naju na Coréia, Lourdes na França, Fátima em Portugal, Guadalupe no México, Aparecida no Brasil, e também os recentes de Medjugorge na ex-Iugoslávia, Garabandal na Espanha, Montechiari na Itália e tantos outros. De fato, os riscos vermelhos do lápis da Mãe encobriram todos estes grandes centros de peregrinação, sem exceção!



Vem então a pergunta: Qual o motivo?



Duas são, para mim, as causas desta destruição! A primeira já foi dada pelo divino Arcanjo São Miguel ao Cláudio, quando ele visitava um outro santuário mariano, aqui no Brasil, e tendo a visão de sua destruição, perguntou ao Arcanjo São Miguel o motivo e a sua resposta foi: No Novo Reino, vocês não precisarão destas coisas. Verdade, porém, este santuário é dirigido por sacerdotes ligados à maçonaria. Noutro dia, insinuei a um padre que a nossa Igreja está infiltrada desta gente e ele me disse furioso: “deveria ser excomungado da Igreja, aquele católico que apenas insinuar que isso existe.”



E a gente pode perguntar: Ingenuidade pura ou conivência? Se dentro do Vaticano, segundo está no Livro Os Tempos do Fim, do Olivo Cesca, página 56: “nos oito quarteirões que formam o território do Vaticano, funcionam quatro lojas maçônicas”. Uma destas lojas é considerada a mais rica de todo o mundo e somente é aberta no dia de São João, que é, pasmem, o “padroeiro” da maçonaria e é dirigida por dois cardeais que são Grão-Mestres, é de pasmar a desinformação dos sacerdotes. Pois eu garanto que são coisas assim, que a maioria ignora, as que mais provocam a ira de Deus, e serão fulminadas!



Mas, pessoalmente, acho que o motivo maior do fim dos santuários é o seguinte: Hoje, os grandes santuários marianos não são mais centros de peregrinação e de oração, como Deus esperava, mas sim centros de turismo e exploração. Embora todos os esforços do Céu, embora todos os milagres lá realizados por Nossa Senhora, nenhum atingiu o fim esperado pelo Pai.



Eis porque todos serão também esmagados com fúria, assim como Roma e o Vaticano, por causa dos maus – os bons sairão de lá junto com Bento XVI e será como Lot e a família saindo de Sodoma – como, aliás, ruirá toda a Itália, com todos os seus tesouros físicos, suas obras de arte, suas catedrais e sua história. Ou seja, mais uma vez o povo rejeitou a salvação! Além do mais, em muitos santuários existe a exploração financeira e onde existe dinheiro tem sempre o dedo do maldito. Muitas obras destas foram erguidas, também, com dinheiro consagrado a Lúcifer, e tudo o que foi feito ou consagrado para ele, desaparecerá.



Outro fato que me chama a atenção é atual. Trata-se do que está acontecendo na Itália. O Vaticano tem expressado a sua crescente preocupação com o grande número de pedidos de exorcismo, especialmente na cidade de Gênova. Também na Itália uma vila do Sul já teve dezenas de casas queimadas de forma inexplicável, que a população credita à presença do demônio. Eu quero alertar novamente às pessoas, que isso é apenas o começo, e que aqui no Brasil também as possessões já estão ocorrendo em grande número. Preparem-se! O abismo se abrirá em breve, especialmente depois da eleição do falso papa.



Uma coisa ainda em relação à Igreja! Para que uma localidade seja protegida, ou um grupo de oração, é preciso sempre que a Igreja esteja à frente. É absolutamente necessário que ali estejam os padres, porque senão nada feito. Se ele abandonarem o povo, Deus também os abandonará. E serão cobrados de uma forma terrível quando o juiz vier. Por isso agarrem-se aos padres e rezem por eles, para que tenham a fortaleza necessária.

FINAL



Estamos muito próximos disso tudo. Muito! Você, leitor, já sabe o que fazer! Chegou o tempo da colheita, “o lagar está cheio, o cálice da ira transborda”. A primeira gota a sair do cálice indicará a fuga de Bento XVI. Então o dedo do Pai apontará para a terra e serão soltos os quatro anjos do Apocalipse (9,15). Entretanto, ao invés de nos apavorarmos com estas coisas, devemos nos alegrar com a proximidade delas, pois Jesus nos garantiu que então a nossa libertação estaria próxima. Garanto a vocês: eu estou feliz que tudo isto esteja finalmente chegando!



Pois haverá coisa melhor que nos livrarmos de satanás e sua corja? Acaso você não está, já agora, esfuziantemente feliz, pelo fato de estar vivo hoje e poder participar da virada desta que é a maior página da saga do homem pela terra? Uma história de mais de sete mil anos está para ser mudada. Tudo o que perdemos com o pecado de Adão e Eva, ganharemos de volta com Jesus Cristo, e ganharemos ainda mais, porque o novo paraíso será ainda melhor que o primeiro. E será melhor, porque não haverá mais pecados, uma vez que não haverá mais o tentador, nem haverá filhos dos homens nem rebeldes, só filhos de Deus!



Não é para você uma alegria imensa, saber que seus filhos e suas gerações viverão uma terra de completa paz para sempre? Não é isso uma alegria extrema, mesmo que você não passe vivo para a Nova Terra, saber que eles nunca mais terão doenças, nem dores, nem nunca mais chorarão lágrimas de tristeza? Não será alegria extrema, saber que nunca mais haverá mortes prematuras, nem abortos, que não haverá mais envelhecimento e que a vida das pessoas será igual a das árvores? (Is 65,17-24)



Se isso tudo o faz feliz leitor, então cante e não chore! Se isso lhe dá alegria, leve esta alegria aos outros. Divulgue o Reino que vem! Fale do amor de Deus por nós! Leve a todos aqueles que choram e gemem por causa das perseguições, a esperança da libertação. É hora de semear com largueza, para que Deus colha com fartura. É hora de remir os cativos das prisões da alma. É hora de livrar os que sofrem nas garras de satanás. È hora de alertar aos cegos e surdos, porque as Trombetas dos Anjos começaram a troar. O tempo da colheita chegou, e ela será farta. Mas para isso temos agora que semear com largueza.

Não se preocupe, também, você que reza, se o seu filho, seu marido, sua esposa, seu pai, sua mãe, seu parente não se converteu ainda. Basta você rezar com fé. Deus é que é poder, e Ele precisa de poucos para vencer. Acredite, a colheita será farta! Certamente que estas coisas já deveriam ter acontecido até o ano 2000, porém se Deus continua ainda dando-nos chances de conversão, é porque Ele sabe que muitos se salvarão ainda.



De fato, um dia, estas loucuras terão que acabar. E Deus nos diz: “Realmente, não desejo controvérsias sem fim, nem persistir sempre no descontentamento, senão o espírito desfalecerá diante de Mim, assim como as almas que criei. Por causa do crime do meu povo, me irritei um momento, virando-lhe as costas na minha indignação, enquanto o rebelde agia segundo sua fantasia” (Is 57,16-17). Tudo passará rápido! Sim, o tempo do rebelde acabou! Chegou o tempo do obediente, do humilde, do manso. Felizes os mansos, porque eles possuirão a terra (Mt 5,5). Felizes os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus (5,8).



Somente os santos povoarão a terra. Somente aqueles que são capazes de se submeter incondicionalmente a Deus e ainda de “amá-Lo sobre todas as coisas” é que terão alguma chance de entrar na Nova Terra. Eis porque vos digo: Somente aqueles que hoje rezam, esforçam-se, acreditam, participam e vivem este Fim dos Tempos, têm alguma chance de chegar lá. Os outros não! A promessa é antiga e ela se cumprirá, porque, como diz o canto, “Deus é fiel e jamais enganou. Estamos perto da era do Amor! Bendito seja o Senhor!”. Feliz daquele que acredita na Palavra de Deus. Para estes haverá paz de espírito, haverá a proteção total do Céu, haverá o grande arrebatamento, a segurança dos braços do Pai, a proteção de Maria, e haverá paz, mesmo no caos.



Quanto a você que não crê ou zomba, aguarde. Você pode até rasgar este livro, xingá-lo, xingar a mim que o escrevi a pedido do Céu e chamar-me de louco. Pode até mesmo queimá-lo ou jogá-lo fora, pode espernear, sapatear, gritar, mas as coisas que estão aqui escritas acontecerão mesmo assim. Quer você creia, quer não! Se você duvidar de mim, que escrevi, fique apenas com os textos copiados da Bíblia e medite sobre eles. Mas tenha certeza, tudo isso acontecerá em breve. Infeliz de você que escolheu o caminho da dúvida. Sem Deus, você está morto! Desde já!

Lembro ainda da explosão dos filmes de horror, dos monstros cada vez mais hediondos que a televisão mostra, e lembro ainda da arte hedionda, monstruosa, repelente, de caricaturas torpes e abomináveis, tudo isso só tem um sentido: preparar as pessoas, já desde a infância, para receberem os demônios, sem pânico, quando eles invadirem a terra, em mil formas. Tudo aquilo que é abominável, desprezível, pecaminoso, horrendo, execrando, feio e tortuoso, contra a natureza e contra a ordem natural das coisas, já aceito pelo homem como normal – até como “arte” – é isca venenosa do demônio que o homem engoliu e dela se farta, para o bem do inferno e a ruína eterna das suas pobres almas.



Uma última coisa: Assim que Nossa Senhora passou os mapas ao Cláudio, este fez algumas perguntas, uma delas em relação ao tamanho do astro. Ao que São Miguel disse que ele tem 14 km, ou seja, é maior do que aquele que extinguiu os dinossauros. Como o Arcanjo lembrou que: “se ele cair na terra não sobrarão nem as bactérias”, nós temos que entender que este grande será o segundo, aquele que será desviado por Deus e não cairá na terra, e que virá por ocasião do grande Milagre.



Entretanto é preciso saber que eles são gêmeos. A única diferença é que o primeiro virá fracionado, partido, de modo que baterão na terra diversos pedaços, o maior deles nas Antilhas. Penso que isso acontecerá porque Deus, Bom Navegador, irá calibrar o tamanho das pedras, para que executem a Justiça perfeita, o que dependerá dos pecados da humanidade naquele exato momento. Se houver muitas conversões antes, tudo poderá ser diminuído. Se aumentar a apostasia, tudo virá pelo máximo. E por tudo o que você está observando, certamente sente que a segunda opção será executada, infelizmente.



Mas, voltamos a lembrar: Tudo realmente deverá ser grande, poderoso, supremo e aterrorizante, até para que o homem lacre fundo na alma, para todo o sempre, o absoluto primado de Deus. E tudo deve vir pelo máximo, pelo extremo da fúria, para que quando Deus a fizer parar, os homens lembrem, para sempre, que somente Deus é Poder. Então, quando aqueles que restarem se virem sós, quando não houver mais trevas nem barulho, quando não houver mais tentação nem pecado, porque não há mais demônios, os homens entenderão, para todo o sempre, que foram salvos pelo Amor de Deus, jamais porque mereceram.

Ó alegria suprema a dos justos e salvos!

Ó alegria da Igreja, remida e una!

Ó alegria dos céus, com Deus e para sempre!

Com Ele, será a Paz! Paz! Paz!

(Aarão)



********************************************************



ORAÇÃO AO PAI



Esta oração, que segue, foi ditada por Nossa Senhora ao Cláudio, para que fosse colocada ao final deste livro. É preciso que a rezemos confiantes, enquanto aguardamos as disposições de Deus. Ele nos ama e só quer o nosso bem! Eis a oração:



Pai Eterno, nós sabemos da proximidade das coisas. Sabemos do Fim. Sabemos dos Teus desígnios. Sabemos da Tua Santa Justiça. Nós Te agradecemos, Pai, por tua magnânima paciência para com Teus filhos, e por Teu amor infinito. Mas entendemos que é necessário que se cumpra tudo o que planejastes, a fim de que o mundo possa ser melhor, e que Teus filhos possam então encontrar, finalmente, a paz tão desejada. Por isso estamos alegres, Pai, e estamos aguardando a volta de Jesus, que nos tomará nos braços e nos conduzirá para a terra do leite e mel. Ele vem, e tudo já é próximo. Obrigado, Pai! Muito obrigado! Amém!



**********************************************************************

PEDIDOS PARA:

GRUPO DE ORAÇÃO SALVAI ALMAS

Av. Jorge Lacerda, 963 – Centro.

88443-000 – VIDAL RAMOS – SC



Telefone e fax: 0-xx-47-356-1154

E-mail: ahaas@flynet.com.br






www.salvaialmas.com.br





Nenhum comentário: