Web Radio Sertao De Deus


11 de fevereiro de 2011

Moradores relatam tremor de terra no interior de SP

Posted: 09 Feb 2011 06:06 AM PST

Moradores relatam tremor de terra no interior de SP
08/02/2011
GUILHERME VOITCH
MARÍLIA ROCHA
NATÁLIA CANCIAN
DE SÃO PAULO
Moradores de ao menos quatro cidades do interior de São Paulo sentiram um tremor leve por volta das 15h desta terça-feira. De acordo com a Defesa Civil de Bauru (329 km de SP), moradores da cidade e também de Agudos, Boraceia e Pederneiras ficaram assustados e entraram em contato com o Corpo de Bombeiros para obter informações.
"Temos apenas relatos das pessoas, nenhuma informação oficial, mas sabemos que não foi nada significativo", afirmou o coordenador da Defesa Civil Álvaro de Brito.
De acordo com ele, além da sensação de tremor alguns moradores notaram lustres balançando e portas vibrando. A ocorrência teria durado cerca de dez segundos e não se repetiu durante a tarde.
Não houve registro de danos em nenhuma das localidades.
A Polícia Militar de Agudos confirmou que moradores constataram o tremor.
O Observatório Sismológico da UnB (Universidade de Brasília) afirmou não ter nenhum registro do evento até o final da tarde de hoje. O pesquisador George Sand França não descartou, no entanto, a possibilidade de ter havido um tremor.
Segundo ele, uma nova verificação será feita nesta quarta (9) e poderá apontar uma eventual ocorrência.
O USGS (Serviço Geológico dos Estados Unidos) registrou hoje um tremor de magnitude de 5,4 no Atacama, Chile. Como reflexo, o serviço aponta São Paulo como uma das áreas atingidas.
FONTE-folha
————————————————————
Quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 09h17       Última atualização, 09/02/2011 – 09h35

Blecaute prejudicou abastecimento de água na Grande São Paulo

Da Redação, com BandNews TV

cidades@eband.com.br

O apagão que atingiu São Paulo na tarde de terça-feira provocou problemas no abastecimento de água da capital e outras duas cidades da região metropolitana. Mais de 3 milhões de pessoas foram prejudicas.
Os problemas se arrastaram até esta quarta-feira. Em Taboão da Serra, a região central ainda enfrenta problemas com a falta d'água. Segundo a Sabesp, o abastecimento será retomado ainda durante a manhã.
Em Embu-Guaçu, a situação é um pouco pior, especialmente nas áreas mais altas que impossibilitam a chegada da água nas residências. A Sabesp informa que caminhões pipa serão enviados ao local para minimizar a ocorrência.
Capital
Segundo a Sabesp, somente na capital 3 milhões de pessoas ficaram sem água. Ao menos dez bairros foram prejudicados.
O abastecimento do reservatório de Guarapiranga ficou comprometido. A queda de energia provocou uma paralisação de 18 bombas que levam a água aos reservatórios da zona sul.
Redator: Fábio Mendes
FONTE: BAND
——————————————————–
08/02/2011 15h36 – Atualizado em 08/02/2011 16h52
Blecaute atinge parte de São Paulo

Houve registros de falta de luz nos bairros Vila Olímpia, Brooklin e Jabaquara.
Segundo Eletropaulo, houve um problema na transmissão.


Semáforo fica apagado após blecaute (Foto: Reprodução/TV Globo)
Semáforo fica apagado após blecaute (Foto:
Reprodução/TV Globo)
Parte da cidade de São Paulo sofreu um blecaute na tarde desta terça-feira (8). Segundo a Eletropaulo, concessionária de energia elétrica, houve um problema na transmissão.
Em nota, a Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP) diz que houve, às 15h11, uma ocorrência em sua subestação Bandeirantes, localizada na Zona Sul da capital paulista.
"Um dos três transformadores de 345/88 kV apresentou falha, o que levou à atuação de seu sistema de proteção e, como consequência, desligaram-se os outros dois transformadores. A companhia tomou as providências necessárias e colocou os outros dois transformadores em operação, às 15h21, para o restabelecimento de energia junto à distribuidora local, a Eletropaulo, que já está realizando manobras internas para a recomposição das cargas aos consumidores atingidos", afirma a nota da companhia.
Houve registros de falta de luz nos bairros Vila Olímpia, Brooklin, Jabaquara, Itaim Bibi e nas regiões da Avenida Paulista e do Ibirapuera. Em alguns locais, a luz foi restabelecida em minutos.
Frentista diz que trânsito ficou caótico (Foto: Roberta Steganha/G1)
Frentista diz que trânsito ficou 'bagunçado' (Foto:
Roberta Steganha/G1)
No Aeroporto de Congonhas, também houve queda de energia, mas os pousos e decolagens não foram afetados. Segundo a Infraero, o problema foi constatado das 15h12 às 15h25.
Às 16h30, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), havia 19 semáforos com problemas (apagados ou com as luzes intermitentes) na cidade, a maioria na Zona Sul da capital.
Segundo a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e o Metrô, a circulação dos trens não foi afetada pela falta de luz.
As causas do desligamento do transformador estão sendo analisadas pela CTEEP.
O frentista William Campos, de 27 anos, disse que ficou por volta de meia hora sem energia no posto e nas casas vizinhas. "O trânsito ficou muito bagunçado, mas não houve acidentes."
Dona de uma loja, Maria Luzinete Ferreira diz que teve prejuízos (Foto: Roberta Steganha/G1)
Dona de uma loja, Maria Luzinete Ferreira diz que
teve prejuízos (Foto: Roberta Steganha/G1)
O vendedor Fábio Humberto Harcmann, de 36 anos, disse que a região de Santo Amaro ficou totalmente sem luz. "Os semáforos apagaram e o tráfego ficou caótico."
Dona de uma loja na Avenida Santo Amaro, a empresária Maria Luzinete Ferreira, de 52 anos, disse que os minutos sem luz lhe trouxeram prejuízo. "Tinha clientes aqui na hora e eles foram embora", disse. "Eu dependo de energia para tudo. Sem energia não consigo fazer nada."
Mesma estação
Em 2008, um problema na mesma subestação deixou a Zona Sul sem energia por quase uma hora. Quase 700 mil pessoas foram afetadas. Em uma hora, a Eletropaulo recebeu 7 mil ligações devido ao apagão, bem mais do que a média diária.

Nenhum comentário: