Web Radio Sertao De Deus


9 de abril de 2009

Mexicanos podem implantar chip para armazenar dados pessoais





Os cidadãos mexicanos podem implantar um microchip de identificação sob a pele. O VeriChip, da empresa norte-americana Applied Digital Solutions, pode armazenar dados pessoais, como exames médicos e número de documento de identidade, entre outros.

A novidade pode encontrar um bom mercado no México, onde as pessoas buscam cada vez mais maneiras de se proteger contra sequestro e assaltos.

Com as dimensões de um grão de arroz, o chip pode ser implantado no braço ou perna do indivíduo. Médicos e policiais então podem fazer o download de um número de série e identificar o nome, tipo sanguíneo e outras informações sobre aquela pessoa.

Antonio Aceves, diretor da empresa responsável pela distribuição do chip no México, disse que espera implantar o VeriChip em 10 mil pessoas no primeiro ano. Segundo ele, nesse mesmo prazo, pelo menos 70% dos hospitais do país terão a tecnologia para ler os dispositivos.

O chip custa US$ 150 e o usuário ainda tem de pagar uma taxa anual de US$ 50. O equipamento e software para a leitura do microchip custa US$ 1.200.

Para atualizar as informações em seu chip, explica Aceves, o usuário deve ligar em uma central de atendimento que funcionará 24 horas por dia.

Por enquanto, o chip não permite o rastreamento da pessoa no qual está implantado, mas a Applied Digital Solutions disse que já trabalha no desenvolvimento dessa tecnologia.






Nenhum comentário: