Web Radio Sertao De Deus


9 de setembro de 2011

GIGANTE MORTO







Noutro dia, antes de encerrar minha luta, dei uma passada na internet sem nenhum objetivo prévio e acabei me prendendo mais meia hora analisando as coisas que acontecem hoje no mundo. Mas me veio à mente e tentei responder a uma pergunta muito simples: como é que quase sete bilhões de seres inteligentes que habitam nosso planeta, se deixaram enganar por apenas alguns velhos, feios, encalacrados, enrugados, encanecidos e trôpegos? Como é que este mundo inteiro com milhares de homens e mulheres “inteligentes” não foi capaz de reagir e em tempo, uma vez que o processo que está levando ao eclipse desta civilização do mal, não começou há uma semana atrás com a convulsão das bolsas, e o tremor dos mercados, mas vem desde os séculos? 

 
Na década de 80, quando por falta de um professor formado eu dava aulas da matéria de economia aos alunos do curso Técnico em Contabilidade, passeando já pelos textos da época e analisando as tendências de mercado, pude antecipar para meus alunos, exatamente aquilo que está hoje acontecendo no mundo. Como é que um simples rábula deste fim de mundo consegue ver com 30 anos de antecedência, aquilo que somente nos últimos dias se vê gente “inteligente” denunciando, mostrando e provando, até porque está vendo? Óbvio que isso não se dá por mérito algum, mas por graça do Poderoso, entretanto as pessoas que vegetam neste meio, milhões delas, com largos estudos, títulos, comendas e outros quesitos do orgulho humano, deveriam sim, antever, e agir em tempo, evitando este mal. Claro, muitos têm suas consciências vendidas aos que pagam seus salários.
 
Digamos que em primeiro lugar o Próprio Deus, tendo em vista Seu plano de amor para com a humanidade, tenha permitido que as coisas andassem desta forma, para chegar ao pré abismo em que chegamos. Suponhamos que Ele deseje mesmo que mergulhemos até o fundo do sepulcro econômico, não somente para de lá nos resgatar, sem mérito nosso, mas como prova de Seu Poder infinito. Quem sabe até isso tenha acontecido, pela vontade Dele, para dar uma última lição em Lúcifer e seus sequazes, mostrando que o homem, apesar de sua fraqueza e miséria é capaz de vencer a fera, até mesmo dentro de seu fértil terreno, o do dinheiro? Penso que tudo isso ao mesmo tempo! No fundo, serão os humildes e pequenos a derrotar os fortes, poderosos, ricos e arrogantes. Quem anseia matar é que será extirpado da face deste planeta.
 
Já falamos aqui, exaustivamente, sobre tudo aquilo que nos pareceu necessário esclarecer sobre a economia mundial, uma vez que se esconde ali o cadafalso, por onde despencará em breve a humanidade. De fato, Satanás foi constituído por Deus como o Príncipe deste mundo, e foi dado a ele o poder de administrar as riquezas, até como arma de sedução e de perdição das almas. E, sem dúvida, o amor ao dinheiro, aos bens é a causa maior do povoamento do inferno. É pela concessão da riqueza aos que nela se prendem, aos que se agarram ao dinheiro de tal forma até o ponto de idolatrá-lo, que Satã conduz o mundo inteiro, seja dando trilhões para uns, seja incitando a avareza de outros mesmo na posse de tostões. Milhões há e houve que fazem e fizeram do ter o seu deus, esquecendo-se Daquele que é o real dono, dispensador e mantenedor de tudo.
 
Naturalmente que se nós falamos em economia, em riquezas, em dinheiro, em bolsas, em mercados, em negócios, e isso em todos os setores por onde transitam as riquezas deste planeta, não conseguiremos jamais concentrar em algumas páginas o gigantismo da coisa. Ademais, tudo isso procede de séculos de negócios que enriqueceram pessoas, formaram patrimônios pessoais gigantescos, e mais do que isso, fizeram com que certas nações ditas ricas e poderosas, extorquissem das nações mais frágeis tudo aquilo que Deus lhes dera para o próprio crescimento e manutenção, pelos séculos. Guerras de opressão, de domínio, de extorsão e de roubo foram promovidas pelos mais fortes, a pretexto de colonização, e até de civilização e evangelização. Quantos rios de sangue!
 
Ambas, as duas grandes guerras mundiais foram tramadas, urdidas, planejadas como astúcia ímpar, para no fundo enriquecer uma pena claque, já entupida de dinheiro e dona de gigantescos conglomerados financeiros, que manipulando os dois lados da disputa conseguiu multiplicar em milhares aquilo que já eram bilhões. Notadamente quem enriqueceu com tais guerras foram os EUA, hoje tido como o país mais poderoso do planeta. E foi exatamente tentando entender como é que esta nação “poderosa” chegou ao ponto em que está que me fixei na pesquisa de ontem. E a pergunta que me fiz, foi esta: como é que eles, com tanta riqueza, tantos meios de pressão, tanto roubo, tanta opressão, tantas armas, tantos exércitos, tanto poderio bélico, deixou-se chegar ao estado de falência atual? Científicos, poderosos, ricos... Como caíram nesta arapuca?
 
Na minha pequena experiência em contabilidade, lidando com as mais diferentes firmas em mais de 30 anos de trabalho, percebi que duas coisas atrapalhavam a vida das firmas, e as destruíam: 1 – Quando os lucros da sociedade não davam mais para sustentar todas as mordomias dos sócios – e suas esposas gastadeiras. Neste caso começava a guerra entre os sócios até a dissolução. 2 – Quando os filhos dos sócios eram levados para dentro das empresas a administrar. Ali começavam guerras sem fim, porque todos querem mandar, ninguém obedecer.
 
Numa linha mais ou menos parecida se deram as manobras que levaram esta nação a um dos procedimentos mais estúpidos, mas insensatos, mais insanos dentre todas as nações do planeta. Pode até que seja um povo inteligente, mas da Sabedoria que vem de Deus eles não têm nada. Devo lembrar que aquela nação já teve diversos presidentes que foram assassinados, e certamente isso aconteceu porque contrariaram, na verdade apenas tentaram contrariar os interesses de poderosos grupos financeiros, que desde séculos tramavam o domínio do planeta, implantando no mundo um governo único, sob a tirania de Lúcifer, seu mentor e o deus ao qual adoram. Sim, falo de pessoas que recebem ordens diretas de satanás e que cumprem milimetricamente seus projetos. Para estes o Príncipe deste mundo lhes deu todo o dinheiro que quisessem, para poderem comprar tudo aquilo que desejassem, inclusive a alma dos americanos.
 
Sim a alma da economia americana, falo do Federal Reserve, a chave do tesouro dos Estados Unidos, que foi estupidamente entregue nas mãos dos banqueiros insaciáveis, que hoje são, sem dúvida alguma, os verdadeiros governantes daquela nação. Ontem eu pude assistir algumas colocações de exaltados patriotas americanos, que por não terem acesso aos altos meios de comunicação, estão hoje indo às praças, de megafones em punho, diante dos bancos e conglomerados, chamando de ladrões a aqueles que lhes roubaram até a alma. São poucas vozes gritantes, como gemidos no meio do deserto, de gente que se vê na iminência de morrer, mas já não consegue ter voz para gritar a toda a nação que ela irá junto ao abismo, e que eles já estão com um pé no vazio. Basta só um pequeno empurrão, e virá o fim.
 
Isso se deu nas primeiras décadas do século passado, onde através de manipulações, compra de deputados e senadores, crimes, assassinatos, pressões, mentiras, e todo tipo de instrumento diabólico, a nação americana abdicou da soberania de controlar seu banco central – o Federal Reserve – inclusive dando a este grupo de banqueiros o direito de controlar a emissão de moeda. Mas por qual motivo a nação em peso não se revoltou não se exaltou e retirou daquelas garras diabólicas, a alma de sua economia? Porque espertamente a fera dona dos bancos fez toda a nação nadar na riqueza junto com eles, deu corda para a gastança, e tendo a prerrogativa de emitir moeda a bel prazer, conseguiu que seu maldito dólar fosse aceito como reserva de valor, que foi encampado pelo mundo inteiro. Gastavam impunemente sem causar inflação!
 
Ou seja, enquanto todos nadavam na riqueza, então tudo bem, as pessoas iam e vinham por toda a nação, que era a “joia dos povos” e o símbolo do progresso mundial, eis Tiro do comércio, eis a Babilônia atual. A besta enquanto enriquecia a 1000 por hora, deixava o povo americano voar a 100, e este ia contente, sem se dar conta de que tudo tem limite, nada cresce infinitamente. Não se davam conta, em sua extrema arrogância, que se achando livres, na verdade estavam todos guiados pelo cabresto de satanás, e este sempre cobra caro muito o preço de suas doações. Este povo, na verdade, sempre presou muito sua “freedom”, sua liberdade, mais eis que agora começa a perceber a imensidade de sua insensatez. Aquela estatua que está em frente a Nova York, na verdade agora parece ser símbolo de escravidão. E ela tem nas mãos um malho para bater em todos. E ela desabará junto com toda aquela nação! Seus crimes são muitos!
 
Por tudo o que pude ver ontem, consigo antever uma grande revolução dentro daquele país, uma revolta que começa a se alastrar como um rastilho, e isso será o estopim que obrigará a besta agir, antes que seja atropelada pela revolta popular. O fato é que agora o povo americano começa a perceber que tudo não passou de uma farsa, que durante mais de 80 anos foram literalmente governados pelos banqueiros, que governavam tanto o presidente – e elegiam aqueles que eles quisessem – quanto controlam os dois grandes partidos, democratas e republicanos. Agora eles estão percebendo que estes filhos das trevas, por frente parecem brigar nas casas legislativas, mas quando estão por trás das cortinas, sentam-se juntos, bem vinhos finos enquanto riem da cara do povo idiota. São eles quem ditam qual vai ser o Presidente, vejam as tramas na eleição de Obama, e aquela de Bush, qualquer pessoa sabe que foi manipulada.
 
Num das entrevistas que vi, dadas pelo Alan Greenspan, ex todo poderoso dirigente do Federal Reserve, se pode notar como ele disse com todas as letras, na mais extrema frieza, que de fato são eles que comandam a nação americana, e mais que isso, disse que “ninguém pode com eles”. Uma frase destas, se difundida pela nação certamente pode provocar um incêndio. E é isso que está por acontecer. Embora a mídia, toda ela sob o comando férreo dos dominadores, ignore estas manifestações populares, na realidade não pode fingir que isso nada tem a ver, porque não existe pessoa hoje na terra, que não se incomode nem um pouquinho, quando mexem nos seus bolsos, fazendo ganhar de menos ou gastar demais em impostos. Tenham certeza, o que começou lá aos poucos, pode levar aquele país a uma guerra civil, até porque, tendo também aprovado o aborto e matando “legalmente” em torno de 4,5 milhões de crianças por ano, sua conta grita e geme diante do Trono de Deus. E isso irá acontecer nestas nações.
 
Tudo isso eu coloco para mostrar o início da fervura, agora temos ali uma panela de pressão debaixo da qual, aos poucos mais e mais se atiça o fogo. O fato é que durante séculos ali tem sido montada uma nação, que se tornou opressora, ladra e insensata, porque colocou seus destinos nas mãos de satanás, de quem colocou o olho em sua moeda. Na opressão pelo dinheiro! Não quero entrar mais neste terreno porque me causa mal estar, mas efetivamente tudo ali é satânico, diabólico, um povo orgulhoso ao extremo, que a pretexto de manter a paz no mundo, na realidade promove a guerra. E guerra que sempre tem dois objetivos escusos pelo menos: 1 – Manter ativa e viva sua poderosa indústria bélica, maligna e assassina; 2 – Extorquir as nações atingidas, seja para coibir que cresçam e atrapalhem seus objetivos econômicos, seja para manter domínio escravizante sobre o mundo, e terem acesso barato e mesmo aviltante às matérias primas para suas indústrias.
 
Assim, embora aparentemente a besta faça sentir que não está preocupada com a ação e a reação popular, eles no fundo sabem que é de uma centelha que nasce um fogo, que tanto pode ser mísera chama, como incêndio de grandes proporções. Não é atoa que ela quer eliminar nove em cada dez habitantes do planeta – isso no mínimo – porque sabe que o levante desta massa incrível é mais poderoso que mil cataclismos e mais destruidor que meras avalanches. Ainda mais agora, que a fera abriu a caixa das desgraças econômicas, revelando que de propósito ela faliu as nações, os estados, as cidades e também grande parte da humanidade. Porque todos eles estão imobilizados por dívidas impagáveis, as quais revelam o cinismo e a maldade destes seres repulsivos.
 
Óbvio que não somente nos EUA aconteceu tal coisa. Também nas outras nações do planeta isso acontece porque os tentáculos da fera hoje dominam o mundo inteiro, uma vez que as nações se interdependem. E pode acreditar que o projeto que está em vias de ser implantado através da Nova Ordem Mundial, é algo aterrador. Vejam que nós já pagamos hoje pela terra, pela água e pelo fogo, três dos quatro elementos da natureza, mas até hoje não pagávamos pelo ar, que é comum a todos. Pois acreditem, pelo projeto da fera, estabelecido na reunião de Copenhagen na Dinamarca, pretende-se implantar mundialmente um imposto que em síntese incidirá sobre o ar, pelo direito de respirar.
 
Ou seja, já pagamos pelo direito de comer e de beber, já pagamos até para morrer, eis que agora teremos de pagar pelo direito de viver, de respirar – uma vez que todos respiram igualmente – imposto este que incidirá tantos sobre os ricos quanto sobre os miseráveis, certamente com destino a pena de morte de quem não pagar. É em vista de cobrar este imposto que os amaldiçoados tanto falam no “aquecimento global”, fazendo o povo acreditar que cada um de nós, por excesso de ar respirado é responsável pela destruição do planeta. Eis mais um motivo pelo qual querem dizimar as populações, se colocando no lugar de deuses, porque alegam, mentirosamente, que é o excesso de pessoas que causa o aquecimento, o que é comprovadamente uma farsa. Está a soldo do diabo quem alega tal disparate, porque os cientistas sérios comprovam que a terra está de fato esfriando. Ademais, Deus é o Senhor da temperatura. Ele a controla de segundo a segundo, dia e noite, pelos séculos e milênios.
 
E se pergunta: pagar tal imposto para quem? Para o governo mundial, para manter um truculento exército assassino, para escravizar todos os povos e eliminar todo tipo de resistência, criando assim um rebanho bestializado com dois destinos horrendos: 1 – Serem procriadores para entregar os filhos ao estado que os “educará” para serem demônios vivos; 2 – Trabalharem como escravos, drogados, produzindo riquezas para a fera, que dominará sobre todos como um anhangá, um gênio do mal, porque Lúcifer quer provar a Deus que o ser humano – criatura que ele julga desprezível – somente adorará de fato, se for pela opressão, a tirania, o ódio brutal e a ameaça de morte. É isso que nos espera adiante, quando chegar o império do anticristo. E ele chega, vem com manhas de santidade, com argumentos falaciosos de paz, mas sua língua é bífida, é de serpente, não se enganem.
 
Assim, o que aconteceu nos Estados Unidos, de certa forma acontece em todo mundo, com a única diferença, nas nações, é que em outros países os Bancos Centrais estão nas mãos do governo, que dita as políticas econômicas. Isso não quer dizer que não sejam mal administrados ou usados pelos celerados em favor de grupos, bem ao contrário, mas também não permite que um universo de 300 milhões de pessoas seja dominado por apenas uma dezena de velhotes cheios de ódio, acima do governo, do congresso e das leis, até de Deus. E mais, é tão dominado tal povo, que se achando senhor é de fato escravo. Achando-se livre é títere de uma besta infernal. Pobre povo que se deixou levar pela paixão cega pelo dinheiro, e se acostumou tão mal vivendo da exploração e das benesses que só os dominadores têm acesso. Eis o imperialismo anglo-americano, que levará o mundo ao abismo. E planeta ao domínio de satanás!... Por um curto tempo!
 
 No fundo, no Brasil não é diferente. A custa de pão e circo, de esportes e pequenas migalhas atiradas da mesa dos senhores, nós construímos uma nação formada por uma raça impensante, imediatista, completa cega para a realidade, que se contenta com a miséria e delicia-se em sonhar em como participar do roubo dos grandes. Um povo que foi incapaz de analisar o estado miserável em que o mesmo tipo de governo que temos aqui – comunismo e não democracia – deixou em nações como Cuba e outras. Um povo que foi capaz de entregar seus destinos para os antigos assaltantes de bancos e ex-guerrilheiros, não pode ser considerado livre, nem independente. Um povo que não percebe a escravidão a que é submetido ao capital estrangeiro, e é cabresteado pela mídia ao consumo acima das posses, já é escravo, e sua situação é irreversível. Ele mesmo já não consegue quebrar os grilhões que o fazem obedecer aos dominadores. É exatamente deste tipo de gente que o anticristo precisa para serem seus adoradores. Logo virá um golpe no Brasil, algo de diabólico acontecerá em nosso governo.
 
Tudo isso meus amigos eu coloco para que percebam o quanto o demônio conseguiu cegar o mundo inteiro, que pendurado em seu ídolo o dinheiro, agora se vê a beira do abismo, porque decididamente não tem mais volta, não existe solução humana possível. As notícias da economia mundial que nos chegaram hoje são assustadoras. Falam de alguma catástrofe grave no sistema de túneis dos EUA onde eles armazenam armas atômicas, falam da difusão por outros países e continentes dos desmaios súbitos em milhares de pessoas. Falam da falência mundial! Tudo isso tem a ver com a desintegração dos elementos prevista por São Paulo em tessalonicenses II, uma prova segura de que o Universo já foi abalado pelo homem, porque é de lá estão vindo estas desgraças. Tudo o que o homem criou sem Deus, desabará como um castelo de areia!
 
Em suma, tudo isso faz parte de uma passagem do Apocalipse que fala do “silêncio do Céu”, quando aos poucos, com o devido cuidado para não nos deixar todos morrer, Deus se retira da terra por um tempo, para dar passagem ao anticristo. Então terra, mar, água, humanidadecuidado, porque o demônio se atirou sobre voz cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta... Há muitas pessoas vendo o inimigo, tanto em forma de gente como de animais, sua fúria é louca e quanto mais Deus se retirar, mais espaços o inferno preencherá na terra. Ai de quem não estiver preparado, juntinho de Deus. Ai dos sacerdotes que calaram, deixando de alertar o povo. Eles serão atropelados pela fúria dos elementos desencadeados. E ficarão pasmos diante da própria cegueira!
 
Mas nós não devemos temer nada, absolutamente nada. Nem mesmo o inimigo se ele aparecer em nossa frente, porque ele é proibido de tocar naqueles que estão em Deus. Ele pode fazer cara feia, urrar e ameaçar, mas nem um só fio de cabelo cairá de nossa cabeça sem a permissão de Deus. O temer e o tremer, o apavorar-se e o morrer de medo são para os escarnecedores, os cegos e os cegados, aqueles que preferem continuar ignorando os sinais do Céu. Porque não demora e “os homens definharão de medo”, diante do tumulto das nações, dos povos em fuga diante do troar das armas em guerra, da fúria insana dos vulcões e dos efeitos perniciosos das bombas. Na medida em que Deus se retirar daqui, o mundo atual será ferido de morte, “e ele cairá para nunca mais se levantar”.
 
Quanto ao gigante americano, se destino é a profundeza dos oceanos, porque está escrito “dá-lhe em dobro em tormentos e prantos, o que ele fez em sofrimentos aos outros”. Porque Forte, Gigante, Grande, Invencível, Eterno, Infinito e Onipotente é apenas o Deus que condenou Babilônia! Sim, com ele cairão todas as nações que se fiaram no dinheiro, no poder de seus exércitos, nas maravilhas de sua ciência e na eficácia de sua pobre tecnologia. Agora, como se diz, “vai ou racha”, e o grito é o mesmo de São Miguel: “Quem vai com Deus”? Porque o inferno é para quem lutar contra Ele até o fim! (Aarão) 


Fonte: http://www.recadosaarao.com.br/

Nenhum comentário: