Web Radio Sertao De Deus


23 de abril de 2009

O Aviso - com uma mensagem à Cláudio Heckert






Depois que Nossa Senhora nos pediu este livro, colocamos algumas perguntas em oração, por alguns dias, buscando um melhor direcionamento, pois nosso desejo é unicamente fazer a vontade de Deus e, embora humanamente tão falhos, fazer tudo como Ele quer. Entre estas perguntas, duas se referem a este capítulo e, com a resposta, ela nos deu muita segurança quanto ao que vamos colocar neste capítulo.

A primeira pergunta das duas foi se nós poderíamos explicar a salvação fulminante de Deus, que acontecerá neste momento, tal como já a vínhamos explicando nos trabalhos da internet, e a resposta foi SIM! A segunda pergunta é se era chegado o momento de divulgar algumas das fortes mensagens que o Cláudio recebeu em março de 2000, e que permaneciam ainda em segredo. E a resposta foi nos dada pela mensagem que segue mais adiante: SIM!

Temos lido, nestes anos, milhares de mensagens todas explicando o momento do Aviso de Deus, conforme Nossa Senhora passou às quatro meninas das aparições de Garabandal, no Norte da Espanha, durante o ciclo de 1961 a 1965.

Já dezenas de profetas trouxeram as suas descrições sobre este Aviso, entretanto ao Cláudio apenas haviam sido feitas algumas pequenas citações, nunca uma mensagem explicativa do que acontecerá. Na verdade, o que Nossa Senhora lhe disse é que as mensagens de La Salette e de Garabandal foram distorcidas, até porque muitas explicações sobre estas aparições não trazem mais o exato teor da verdade.

Outro fator a ser lembrado é que a maioria das pessoas que descreve este fenômeno espantoso – tendo em vista apenas a salvação da própria vida – fixa-se apenas no tema do juízo particular que acontecerá então, sem preocupar-se com a salvação das ALMAS, este o grande objetivo de Deus. Nós sempre temos dito e enfatizado que não adiantaria de nada o Pai enviar um Aviso tão forte aos homens, se Ele não executasse naquele momento uma fulminante obra de salvação. Ou seja, de nada adiantaria Deus iluminar as consciências dos homens, fazê-los sofrer com seus pecados, se os deixasse vivos para continuarem pecando. Na verdade, bastariam alguns minutos depois do golpe e já milhões estariam a proferir blasfêmias contra Deus.

Ora, o Pai nos conhece bem e sabe que, logo, muitos de nós O estaríamos acusando pela dor profunda do Aviso, de modo que em poucas semanas tudo estaria igual. Para que tanto esforço então? De nada adiantaria esta profunda revisão de vida, se ela não resultasse em levar para o Céu milhares de almas! E Deus não quer perder ninguém. Assim, nosso modo de explicar este fenômeno diz que, num dado momento, sem que os homens o percebam – pois estarão em meio à loucura – o astro entrará em rota de colisão com a Terra. No momento em que aquela força bruta impactar com as camadas superiores da atmosfera haverá uma explosão cósmica de alta pressão, gerando um clarão imenso, mesmo nos lugares onde for noite no momento.

Existem mensagens que falam que este astro, antes de cair no mar, dará algumas voltas na terra, envolvendo-a inteiramente com sua cauda venenosa. Isso fará cumprir o que está escrito em Apocalipse 8,10-11, sobre a estrela que envenenará as fontes. Enquanto o astro estiver executando esta ciranda louca, os homens serão levados a voltar-se para seu interior e começará o juízo pessoal de cada um, conforme o Céu explica na mensagem abaixo, passada ao Cláudio em 19/03/2000. Como será?

“Quem ainda não perdeu, vai perder!”

Naqueles momentos ninguém poderá prestar ajuda a ninguém! Serão os momentos da decisão! Quente ou frio! Não haverá tempo para meio-termo, para o morno, para desculpas. O desespero... a dor! A busca da sobrevivência! E só! Cada qual terá de encontrar seu caminho! Não poderá contar com nenhuma ajuda! Será a hora da decisão! As portas estarão fechadas, o céu escuro, a terra em trevas... Apenas o indivíduo!... Porque será o momento do juízo!

E cada um julgará a si próprio! E se decidirá! Não haverá a ajuda do céu. Não haverá interferência de ninguém e de nada... Nem do céu! No silêncio de cada um, terá de ser tomada a decisão e escolhido o caminho definitivo. Porque cada um é responsável por seus atos. Ninguém será culpado da culpa de outro! Cada um se julgará e não julgará o outro! Serão momentos terríveis porque não haverá desculpas. Cada um terá sua mente sadia, lúcida... E verá seu interior, seu passado e seu presente, nitidamente! E se julgará!

Milhões sucumbirão: o medo, a incerteza, a insegurança, o pavor... Mas não haverá lugar para isso nem tempo... Então sucumbirão! Milhões procurarão encontrar outros culpados, mas não encontrarão, porque o único culpado é cada um! O mal é praticado individualmente! Os que erram, levados pelos outros, erram por si, porque cada um é o único responsável por si e tem capacidade para o não! Ninguém será culpado! A culpa é individual!

Não haverá fugas, porque a mente de cada um agirá sem freios e não poderá parar, nem se justificar. Os erros aparecerão nitidamente e não terão justificativas. Milhões não terão forças e sucumbirão. Todos prestarão suas contas e a matemática será a praticada pelo Céu! Sem erros!

Não haverá tempo para segredo, falcatrua, suborno, porque não haverá quem se disponha a isso! O homem – o indivíduo – se sentirá perdido, só, e terá medo! Muito medo! E terá de resolver sozinho. Não terá ajuda de ninguém e de nada! Será o único responsável.

Todo o Universo será abalado: estrelas, astros se deslocarão e será um labirinto assustador, escuro, vazio. Nada para segurar, para proteger... E o caminho é à frente: os que ficarem parados serão pisados, massacrados. Só à frente! No labirinto! “Milhões morrerão de medo!”

A terra ficará em pedaços: homens, peixes, animais terrestres, terão seus cadáveres mutilados e misturados à podridão! O horror! Será insuportável... E poucos encontrarão o caminho: serão os que viveram o caminho!

É Deus Justiça! Cada qual respondendo por seus atos, não podendo mais se apoiar em outros ou usá-los! Cada qual responderá só! E isso não será o juízo final! Isso ainda será a terra! Depois... Porque estes serão os tempos para o exame de consciência e todos ficarão nus... completamente nus... Depois... Deus então fará a justiça! Ele viu! Ele vê! E ninguém escapará! E Ele vem!

Portanto, filhos, o tempo atual é concedido como presente de Deus para que possais ter tempo para o arrependimento e tomar novos rumos. Mas já não tendes muito tempo! Eis que Ele vem! O Juiz vem! Incorrupto, implacável, justo, imparcial!

Os grandes continentes – os mais arrogantes continentes – serão varridos para sempre e não poderão ser mais lembrados e nem servir de exemplos... Europa, Oceania, América do Norte, Meio Brasil, Meia Sul (América do Sul), Ásia em parte, África em parte... Sucumbirão ! Pouco restará da terra! E o que restar serão escombros! E poucos homens... Serão os santos!

Então acontecerá o verdadeiro Juízo Final. E o início do Novo Mundo! Mas o início será dolorido... Cansativo... Mas será com Deus: Porque Deus estará no meio de vós. Amém!

(Assina: “O Céu!”)



Assim, fica bem claro que todas as pessoas da terra passarão por um pequeno juízo particular. Em verdade, a maioria absoluta se compungirá profundamente por causa dos seus pecados. E arrepender-se-á profundamente deles, e fará um propósito firme de não mais voltar a pecar. Entrementes, todos nós sofreremos nosso purgatório ali. E será um tempo de dor profunda, terrível, assustadora e extremamente angustiante, que cada um irá viver sozinho e pagará de acordo com os seus próprios atos.

Ou seja, cada um sofrerá seu purgatório ali em meio a dores indizíveis, mas extremamente salutares, pois serão elas a lhes dar a salvação eterna. E como Deus tem o poder de concentrar em apenas 15 minutos – tempo em que o astro estará girando ao redor da terra antes de bater – isso quer dizer que todos nós iremos estar preparados, para se morrermos irmos direto ao Céu, sem ter que passar sequer pelo purgatório. Viram que maravilha?

Sim, será um tremendo golpe de Deus nas pretensões do inferno. Veja que apenas momentos antes da queda havia uma multidão de loucos entre as maiores loucuras, estando todos prontos para ir ao inferno se o astro os matasse. Mas pela infinita bondade de Deus, e pelo Seu imenso Poder, agora, depois da visão interior dos próprios pecados – apenas alguns minutos depois – temos uma multidão de arrependidos, e preparados para cair nos braços do Pai Eterno. É neste exato momento que o astro bate na terra, com todas as fúrias que já descrevemos.

E num só golpe, Deus retira da terra algo como 1/3 parte da humanidade, tirando-a das garras de satã e levando-a direto ao Céu. Não existe outra forma, amigos leitores. Deus sabe que se esperasse um pouquinho só a mais, seria tarde. Muitos destes se perderiam. Bilhões de pessoas não têm cura. Elas voltarão a pecar, e a pecar, sem fim. Elas e seus filhos! Então a misericórdia as acolherá, na sua imensa maioria, e elas passarão a viver para sempre com Deus e serão eternamente gratas a Ele por havê-las salvado das garras do inimigo. Por lhes haver aberto os olhos em tempo, e os salvado mesmo que aparentemente contra a vontade, mas sem jamais afrontar a sua liberdade de escolha. Será tão perfeito, que sequer o diabo poderá reclamar que foi enganado.

Na verdade, também as almas do purgatório passarão pela dor do momento do Aviso. E milhares delas que ainda lá se encontram – a Guerra mundial que vem antes deverá encher o purgatório mais uma vez, pois 1/3 parte dos homens morrerá nesta guerra – serão libertadas de lá pela força deste momento de expiação. Isso nos faz meditar melhor. Se o purgatório é de fogo purificador, e as almas que lá estão sofrendo se libertarão com o Aviso, qual não será o sofrimento dos homens vivos naqueles minutos de seu purgatório terreno, um tempo que deverá ser curto? Sim, será mais longo e doloroso para alguns, e mais leve para outros. Mas cada um pagará na medida de sua falta de amor. Também o anticristo e seus asseclas passarão por este momento, mas estes não se arrependerão e, sim, mais odiarão.

Ainda sobre a mensagem acima, explicamos o seguinte: Como Cláudio já havia recebido os futuros mapas dos continentes, ele fez a seguinte observação: “Se nós olharmos a África, percebemos que realmente quase nada sofrerá. Mas lá existem civilizações estranhas...” Ao que Nossa Senhora respondeu:

“É outra história! Não são filhos (1)... e se exterminarão! Contudo fica o espaço terreno: o Novo Paraíso! Amém! Também alguns outros pequenos pontos existem no mundo inteiro, que não aparecem nos mapas, e que não serão afetados (2). São os que rezam! Amém!” Explicamos...

(1) - O que o Céu quer dizer com este “não são filhos” é que eles não quiseram se fazer Filhos de Deus – aqueles que habitarão a Nova Terra – porque desprezando todas as chances de viverem a Lei do Amor, nunca aceitaram o Evangelho da Salvação, sempre preferindo entregar-se a deuses estranhos e a rituais diabólicos, trocando o Deus Amor por um tenebroso panteão de divindades malignas. Além disso, lavaram a sua África em sangue humano. Eles, os maus que lá habitam, se não morrerem pelo impacto do astro, acabarão por matarem-se a todos, por disputas de comida e especialmente por água. A África inteira virará um imenso caldeirão, embora mais tarde, ali será também o paraíso, até porque, segundo o Papa, é na África onde hoje mais cresce a fé.

Na verdade, a mesma coisa irá acontecer com outros povos estranhos, que preferem adorar os elefantes, as vacas, o rato, além de divindades de pau e pedra, ao invés de decidirem por Deus. Ninguém poderá alegar que não conhecia Jesus, ou não teve tempo. Estes não quiseram ser filhos e, portanto, estão fora do novo Reino, onde só habitarão os filhos de Deus. O mesmo se diz de países ateus, comunistas ou à toa, e o mesmo se diz dos países arrogantes, que “evoluíram” de Babilônia para Sodoma. Ou seja, mesmo que suas áreas de terra fiquem acima do nível do mar, eles se matarão depois, ou morrerão de fome e de sede.

Isto está reservado especialmente para partes da África, Sudoeste da Ásia, Índia, China, Austrália e também outros países menores e tribos escondidas. Isso nos levará a um número em torno de 3/4 partes da humanidade, que não acolheram ainda o Evangelho, porque não quiseram ouvir falar de Jesus nem do Deus único e verdadeiro. Ou seja, alguns podem não ter ouvido, mas em seu país, Jesus já foi anunciado. Se em 2000 mil anos eles não se converteram, é sinal que nunca se converterão, nem eles nem as gerações que os viessem a suceder. Porque se esgotou o tempo da graça. Infelizmente isso inclui o Maomé dos palestinos e dos árabes, também o Buda chinês e japonês e o Brahma, Vishnu e Zoroastro da Índia, entre outros.

Ora, Deus só existe um! E só Ele poderá salvar seus filhos. Os outros deuses, certamente, estarão a fugir na frente de seus fiéis devotos. E os devotos, que os quiserem seguir, cairão no abismo. Ou seja: eles se exterminarão! Não se trata, pois, de qualquer forma de racismo ou ódio. Na verdade, nenhum povo da terra poderá alegar que não teve condições de acolher Jesus. E porque “não creram, nem foram batizados, não serão salvos”!

(2) - O que o Céu avisa aqui é que onde quer que existam pessoas boas e rezando para o Deus verdade e Único – não adianta rezar para deuses estranhos – e mantiverem-se em estado de graça, ali haverá a proteção total. Deus jamais abandonará aqueles que rezam e Nele confiam. Mesmo para Honduras, que está situada bem ao lado do impacto do astro, haverá proteção total, porque atendendo ao pedido do Papa, por seu bispo, rezaram mais de 625 mil Rosários no ano especial instituído por João Paulo II. Quantos fizeram isto?

Quer dizer, mesmo que muitos lugares – adiante mostraremos os mapas – estejam dentro da faixa vermelha da destruição, tendo ali pessoas que rezam, não serão atingidos pelos anjos da morte. Nisso se mostrará o imenso poder de Deus. E é preciso que assim seja, tudo grandioso, forte, estupendo e maravilhoso, misturado ao terrível, ao diabólico e tenebroso. Então cada um poderá escolher: Luz ou Trevas! Será uma escolha fácil, nítida e definitiva! Deus, a todo o momento estará mostrando a todos, seu completo domínio sobre todas as coisas e sobre os seres. Quem escolher ao diabo, saberá claramente que escolheu o perdedor!

Completando este capítulo, dizemos algumas coisas. O profeta Zacarias fala que 2/3 partes dos habitantes da terra serão eliminados e que sobrará 1/3 parte para ser purificada. Na verdade, o Aviso já será uma primeira etapa da purificação. Milhões de pessoas que escaparem com vida desta tragédia, a partir dali começarão a mudar de vida completamente. Haverá um reavivamento da fé e as pessoas passarão a caminhar no rumo da unidade. Aos poucos, as seitas perceberão seu erro, os protestantes darão a volta em seu caminho e todos os cristãos juntos começarão a caminhar na direção única, o Catolicismo ( Igreja fundada por Jesus Cristo). Entretanto, ao meu ver, estas duas frações acima, digo isso com segurança, não serão calculadas sobre os seis bilhões de habitantes do planeta e, sim, dos seguidores de Jesus Cristo.

Ou seja, depois da queda deste astro, por tudo o que nós descreveremos a seguir, já não teremos mais que 1/10 parte da humanidade viva, algo como 600 milhões de pessoas, como está em Isaías 6,11-13, que pergunta a Deus: “Até quando Senhor? Disse eu. E Ele respondeu: Até que as cidades fiquem devastadas e sem habitantes, as casas sem gente e a terra deserta. Se restar um décimo da população, ela será lançada ao fogo, como terebinto e carvalho, cuja linhagem permanece quando são abatidos. Sua linhagem é um germe santo”.

E realmente os que sobrarem, serão como jogados no fogo, no gelo, na fome, na sede, na doença, na miséria e na dor, por algum tempo. Penso neste número – 600 milhões – é que já estaremos naquele tempo, não somente porque serão eliminados aqueles que não quiseram ser filhos, mas porque, olhando os mapas que virão a seguir, o próprio leitor verá que todas as grandes metrópoles da terra deixarão de existir, porque até aquelas que ficarem acima do nível do mar, todas estarão em frangalhos. E com elas, terão morrido algo em torno de 5,4 bilhões de pessoas. De fato, se sobrassem dois bilhões de habitantes, isso não seria de forma alguma um “punhado” de gente.





www.fimdostempos.net

Nenhum comentário: